Mercado abrirá em 5 mins
  • BOVESPA

    129.513,62
    +1.085,64 (+0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.558,32
    +387,54 (+0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,47
    +0,17 (+0,23%)
     
  • OURO

    1.785,30
    +8,60 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    32.961,08
    -1.020,11 (-3,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    788,86
    +2,24 (+0,28%)
     
  • S&P500

    4.266,49
    +24,65 (+0,58%)
     
  • DOW JONES

    34.196,82
    +322,58 (+0,95%)
     
  • FTSE

    7.135,20
    +25,23 (+0,35%)
     
  • HANG SENG

    29.288,22
    +405,76 (+1,40%)
     
  • NIKKEI

    29.066,18
    +190,95 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    14.378,50
    +24,25 (+0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,8763
    +0,0140 (+0,24%)
     

Colômbia bate recorde de mortes por covid em um dia em meio a protestos

·1 minuto de leitura
Trabalhador da saúde atende paciente com covid-19 em uma unidade de terapia intensiva em Bogotá, 22 de maio de 2021

A Colômbia bateu neste sábado (29) o recorde de mortes por covid-19 registradas em um dia com 540 óbitos, segundo dados do Ministério da Saúde, em meio a protestos antigovernamentais multitudinários.

Segundo o mais recente relatório da entidade, desde março de 2020 o país acumula 87.747 falecimentos pelo coronavírus, enquanto os contágios superam 1,3 milhão.

O balanço contabiliza mortes ocorridas neste sábado e em dias anteriores.

O país atravessa um pico sustentado da pandemia, que o governo atribui às constantes manifestações contra a gestão da economia e a violência policial, realizadas desde 28 de abril.

Dezenas de milhares de pessoas se concentram nas maiores cidades do país para exigir uma mudança de rumo ao governo conservador.

Os hospitais estão à beira do colapso e o pessoal médico, esgotado.

O país, com 50 milhões de habitantes, detectou o primeiro caso de covid-19 em 6 de março de 2020 e decretou um confinamento entre o fim deste mês e setembro.

O presidente Iván Duque relaxou as medidas ante o descalabro da economia, mas mantém a obrigatoriedade do uso generalizado de máscaras, bem como a proibição de eventos multitudinários.

Proporcionalmente à sua população, a Colômbia é o sexto país com mais contágios na América Latina e no Caribe, e o quarto em mortes, segundo contagem da AFP.

A vacinação começou em meados de fevereiro, mas avança a passos lentos, com 9,3 milhões de doses aplicadas.

O governo espera imunizar até o fim do ano 35,7 milhões de colombianos para alcançar a imunidade de rebanho.

dl/dga/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos