Colômbia amplia acordo com Votorantim para explorar carvão

Bogotá, 10 jan (EFE).- O governo colombiano ampliou por mais 26 anos o contrato de exploração e comercialização de carvão com a colombiana Minas Paz del Rio (MPDR), controlada pelo grupo Votorantim que e opera no departamento de Boyacá desde 1989.

O Ministério de Minas e Energia informou nesta quinta-feira através de um comunicado que chegou a mais um acordo de prorrogação após uma negociação conjunta com a Agência Nacional de Mineração, órgão do governo colombiano.

O acordo inclui um aumento dos royalties de 10% a 15% para produções inferiores a 2,5 toneladas do mineral, e de até 19% quando forem geradas ao redor de 8 milhões de toneladas de carvão.

Por sua vez, a empresa se comprometeu a investir em tecnologia para aumentar a produção das 200 mil toneladas anuais de carvão para 2,5 milhões de toneladas em 2020.

"Estas mudanças, ligadas a uma maior produção e melhoria logísticas gerarão cerca de 13 trilhões de pesos (US$ 7,3 bilhões) adicionais ao país nos próximos 27 anos", disse o comunicado.

O compromisso também implica uma ampliação da licença de Aciarias Paz del Rio, do mesmo grupo brasileiro, para extrair ferro até 2022, por isso o contrato assinado em 1985 foi renovado. EFE

Carregando...