Mercado abrirá em 2 h 24 min
  • BOVESPA

    125.675,33
    -610,27 (-0,48%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.634,60
    +290,49 (+0,57%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,28
    -0,34 (-0,46%)
     
  • OURO

    1.831,90
    -3,90 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    38.770,77
    -1.549,94 (-3,84%)
     
  • CMC Crypto 200

    921,59
    -8,77 (-0,94%)
     
  • S&P500

    4.419,15
    +18,51 (+0,42%)
     
  • DOW JONES

    35.084,53
    +153,60 (+0,44%)
     
  • FTSE

    7.017,40
    -61,02 (-0,86%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.878,75
    -159,00 (-1,06%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0272
    -0,0133 (-0,22%)
     

Colômbia é a 3ª seleção da Copa América com testes positivos para Covid-19

·1 minuto de leitura
.

(Reuters) - Dois membros da delegação colombiana para a Copa América testaram positivo para Covid-19 neste domingo, o que significa que três times agora têm jogadores ou dirigentes infectados antes do início do torneio.

Oito jogadores venezuelanos testaram positivo no sábado, assim como três bolivianos.

O país anfitrião, Brasil, joga a partida de abertura contra a Venezuela neste domingo. O jogo em Brasília será seguido por Colômbia x Equador.

A notícia de mais testes positivos chega no momento em que a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) se defende das acusações de que o torneio, transferido para o Brasil com menos de duas semanas de antecedência, foi remendado no último minuto.

O Brasil foi escolhido após a Colômbia ser retirada devido a uma onda de agitação civil e a coanfitriã Argentina retirar-se por causa de um aumento nos casos de Covid-19.

"A decisão de realizar a Copa América no Brasil não foi tomada por capricho ou improvisação", disse a Conmebol em carta aberta.

A organização disse que a experiência do Brasil em sediar eventos esportivos internacionais tornou-se uma escolha lógica, assim como o fato de o Brasil sediar partidas internacionais de futebol durante a maior parte da pandemia.

"A bolha sanitária em que se encontram as delegações deve minimizar o contato com pessoas fora dela, os testes 48 horas antes de cada jogo em todas as pessoas envolvidas nas partidas e a transferência de delegações em avião fretado" ajudam a limitar a propagação do vírus, disse a Conmebol.

(Reportagem de Andrew Downie)

((Tradução Redação São Paulo))

REUTERS AAP

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos