Mercado abrirá em 2 h 38 min
  • BOVESPA

    110.580,79
    +234,97 (+0,21%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.304,04
    -72,85 (-0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    111,11
    +1,34 (+1,22%)
     
  • OURO

    1.852,90
    -12,50 (-0,67%)
     
  • BTC-USD

    29.732,90
    +418,84 (+1,43%)
     
  • CMC Crypto 200

    661,56
    +5,73 (+0,87%)
     
  • S&P500

    3.941,48
    -32,27 (-0,81%)
     
  • DOW JONES

    31.928,62
    +48,38 (+0,15%)
     
  • FTSE

    7.526,08
    +41,73 (+0,56%)
     
  • HANG SENG

    20.171,27
    +59,17 (+0,29%)
     
  • NIKKEI

    26.677,80
    -70,34 (-0,26%)
     
  • NASDAQ

    11.792,50
    +21,50 (+0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1418
    -0,0304 (-0,59%)
     

Coinbase por trás de empréstimo lastreado em Bitcoin do Goldman

(Bloomberg) -- O primeiro empréstimo do Goldman Sachs garantido por Bitcoin foi o mais recente esforço da bolsa de criptomoedas Coinbase de trazer dinheiro de Wall Street para o espaço de ativos digitais.

“O trabalho da Coinbase com o Goldman é um primeiro passo no reconhecimento da criptomoeda como garantia que aprofunda a ponte entre as economias fiduciárias e criptográficas”, Brett Tejpaul, chefe da plataforma Coinbase Institutional, disse em resposta a perguntas por e-mail.

A Coinbase não forneceu mais detalhes sobre o empréstimo. Uma porta-voz do Goldman Sachs disse na semana passada que o empréstimo foi garantido por Bitcoins de propriedade do tomador do empréstimo, sem divulgar o nome.

Os empréstimos garantidos por Bitcoin não são novos no setor de moedas digitais, mas são novidade para Wall Street. Alguns credores “cripto-nativos”, como Babel Finance, até permitem que empresas de mineração de Bitcoin usem seus equipamentos como garantia de empréstimo.

No final do ano passado, a Coinbase detinha mais de US$ 566 milhões em criptomoedas, incluindo mais de US$ 183 milhões em Bitcoin, segundo seu relatório anual de 2021. Ao mesmo tempo, a empresa informou que tinha caixa e equivalentes de caixa de US$ 7,1 bilhões, excluindo fundos de custódia de clientes.

Matthew Ballensweig, diretor da corretora de criptomoedas Genesis, disse que sua empresa já estruturou empréstimos semelhantes com bancos amigáveis às criptomoedas, como Silvergate Bank e Signature Bank. “Estamos explorando estruturas semelhantes com grandes bancos de investimento que desejam exposição ao espaço”, acrescentou.

“Esses tipos de acordos bilaterais raramente são feitos no vácuo”, disse o fundo de hedge cripto Arca em relatório. “É muito mais provável que o Goldman esteja vendo muita demanda por esse tipo de transação e esteja apenas testando as águas antes de causar um impacto maior.”

O Goldman disse a Bloomberg anteriormente que o negócio era interessante para o banco por sua estrutura e gerenciamento de risco 24 horas.

O banco também negociou suas primeiras opções de Bitcoin no mercado de balcão em março. Outros bancos de Wall Street, como Jefferies, também começaram a experimentar produtos e serviços relacionados a criptomoedas.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos