Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,66 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,39 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,35
    +0,46 (+0,42%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,90 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    29.425,98
    +372,85 (+1,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,77 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -40,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1528
    -0,0660 (-1,26%)
     

Coinbase e dona do Mercado Bitcoin 2TM desistem de fusão: Fontes

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Bloomberg) -- A 2TM Participações, dona do Mercado Bitcoin, e a americana Coinbase desistiram de conversas para uma fusão, disseram duas pessoas com conhecimento direto do assunto.

As negociações, que tinham o JPMorgan Chase & Co como assessor pelo lado da 2TM, foram suspensas, disseram as pessoas, que pediram anonimato porque as discussões não são públicas.

A Coinbase está “comprometida com o mercado brasileiro e possui liderança local em tecnologia e negócios”, disse um porta-voz da companhia à Bloomberg em comunicado. A 2TM Participações, a maior corretora de criptomoedas sediada no Brasil, não quis comentar.

A empresa americana disse ainda que contratou o ex-executivo do Uber e PicPay Fábio Tonetto Plein como diretor para o Brasil na semana passada e que está expandindo as contratações no maior país da América Latina.

A aquisição teria ajudado a expansão internacional da Coinbase, que pretende ampliar sua base de usuários e torná-los mais ativos. A empresa também está em negociações para comprar a corretora de criptomoedas turca BtcTurk.

A 2TM recebeu em novembro investimentos de US$ 50 milhões da 10T Holdings, uma empresa de private equity dos EUA focada em empresas digitais, e da Tribe Capital, um fundo de capital de risco com sede em São Francisco. Também participaram as brasileiras PIPO Capital Gestão de Investimentos, o TC Traders Club e a Endeavor Brasil.

Os US$ 50 milhões fizeram parte de uma segunda rodada de investimentos que começou com uma capitalização de US$ 200 milhões do SoftBank Latin America Fund anunciada em julho, que avaliou a empresa em US$ 2,15 bilhões e criou o segundo unicórnio de criptomoedas na América Latina.

As ações da Coinbase fecharam em US$ 123,56 nesta terça-feira, alta de 2% nas últimas 24 horas.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos