Mercado abrirá em 6 h 47 min
  • BOVESPA

    107.664,35
    -786,85 (-0,73%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.102,55
    -339,66 (-0,75%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,48
    +0,25 (+0,31%)
     
  • OURO

    1.676,00
    +7,40 (+0,44%)
     
  • BTC-USD

    19.479,74
    +61,74 (+0,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    445,05
    -0,93 (-0,21%)
     
  • S&P500

    3.640,47
    -78,57 (-2,11%)
     
  • DOW JONES

    29.225,61
    -458,13 (-1,54%)
     
  • FTSE

    6.881,59
    -123,80 (-1,77%)
     
  • HANG SENG

    17.166,57
    +0,70 (+0,00%)
     
  • NIKKEI

    25.877,41
    -544,64 (-2,06%)
     
  • NASDAQ

    11.240,50
    +12,25 (+0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3080
    +0,0100 (+0,19%)
     

Cofundador do Facebook ultrapassa Lemann como maior bilionário brasileiro

·1 min de leitura

RIBEIRÃO PRETO, SP (FOLHAPRESS) - Eduardo Saverin, cofundador do Facebook, ultrapassou Jorge Paulo Lemann nesta segunda (5), alcançando o posto de maior bilionário brasileiro.

Segundo ranking da Forbes, Saverin, de 39 anos, tem uma fortuna de US$ 19,5 bilhões, ante US$ 19,2 bilhões de Lemann.

A fortuna do confudador da Facebook vem em grande parte de sua participação acionária na big tech. Saverin fundou a rede social em 2004 com colegas de Harvard, entre eles Mark Zuckerberg, hoje presidente-executivo da companhia que engloba Instagram e WhatsApp.

Em 2016 ele lançou o fundo de investimentos B Capital ao lado de Raj Ganguly. Segundo informações da Forbes, a empresa já levantou US$ 766 milhões até agora e investe em empresas de tecnologia na Ásia, Europa e Estados Unidos. Desde 2012, quando renunciou da sua cidadania americana, Saverin mora em Singapura.

Lemann, por sua vez, é acionista majoritário da multinacional de bebidas Anheuser-Busch InBev, resultado da fusão da brasileira Ambev com a belga Interbrew.

Outro investimento de Lemman, que tem 81 anos, é a Restaurant Brands International, controladora do Burger King. O bilionário também tem uma fundação, que leva o seu sobrenome, ligada à educação.