Mercado abrirá em 2 h 57 min
  • BOVESPA

    124.612,03
    -1.391,83 (-1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.910,53
    +12,74 (+0,03%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,39
    +0,74 (+1,03%)
     
  • OURO

    1.798,00
    -1,80 (-0,10%)
     
  • BTC-USD

    39.834,86
    +2.485,63 (+6,66%)
     
  • CMC Crypto 200

    936,83
    +60,59 (+6,92%)
     
  • S&P500

    4.401,46
    -20,84 (-0,47%)
     
  • DOW JONES

    35.058,52
    -85,79 (-0,24%)
     
  • FTSE

    7.012,95
    +16,87 (+0,24%)
     
  • HANG SENG

    25.473,88
    +387,45 (+1,54%)
     
  • NIKKEI

    27.581,66
    -388,56 (-1,39%)
     
  • NASDAQ

    14.986,75
    +39,00 (+0,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1154
    +0,0070 (+0,11%)
     

CodeFlare da IBM promete automatizar a configuração de sistemas de IA

·2 minuto de leitura

A IBM anunciou na última quarta-feira (7) o lançamento do CloudFare, uma nova estrutura de código aberto que facilita os processos de configuração e testes de plataformas que fazem testes de aprendizado por máquina. A tecnologia promete ser uma solução completa para diversos setores, especialmente em um momento no qual a tecnologia artificial se expande e resulta em um fluxo de grandes quantidades de dados.

Para demonstrar o funcionamento da plataforma, a empresa a usou para analisas e otimizar aproximadamente 100 mil pipelines (uma série de elementos de processamento conectados em série) responsáveis por treinar modelos de aprendizado de máquina. Enquanto modelos anteriores demorariam 4 horas para finalizar o processo, o CodeFlare ajudou a reduzir o tempo necessário para somente 15 minutos.

A novidade é construída em Ray, uma tecnologia aberta para “distribuição rápida e simples de computação”, nas palavras da IBM. Usando uma interface baseada em Python, o CodeFlare simplifica processos de treinamento de modelos de aprendizado — como a limpeza de dados, extração de recursos e otimização de modelo — em um novo pipeline que simplifica etapas de integração, paralelização e compartilhamento de dados.

Imagem: Divulgação/IBM Research
Imagem: Divulgação/IBM Research

O objetivo da nova estrutura criada pela empresa é unificar fluxo de pipeline em várias plataformas. Com isso, cientistas de dado não precisam aprender uma nova linguagem de fluxo de trabalho, e pesquisadores podem se concentrar em fazer ciência no tempo em que teriam que esperar pela configuração dos sistemas.

Projeto já está no GitHub

O CodeFlare funciona a partir da nova plataforma serveless IBM Cloud Core Engine e Red Hat OpenShift e pode ser implementado em quase qualquer lugar. O sistema também permite integrar e fazer pontos com outros ecossistemas nativos à nuvem e fornecer adaptadores para acionadores de eventos. Outras aplicações incluem o carregamento e a partição de dados de uma gama ampla de fontes, incluindo sistemas de arquivos distribuídos, data lakes e armazenamentos de objetos em nuvem.

O projeto da nova tecnologia já está disponível no GitHub, em uma página que inclui as instruções e requisitos necessários para utilizá-lo. A própria IBM afirmou que já está aplicando o recurso em sua pesquisa de inteligência artificial e que pretende continuar investindo em atualizações que permitirão trabalhar com fluxos mais intensos de dados e pipelines ainda mais complexas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos