Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.496,21
    -2.316,66 (-2,04%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.463,26
    -266,54 (-0,55%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,91
    -0,59 (-0,65%)
     
  • OURO

    1.760,30
    -10,90 (-0,62%)
     
  • BTC-USD

    21.124,31
    -1.691,92 (-7,42%)
     
  • CMC Crypto 200

    504,88
    -36,72 (-6,78%)
     
  • S&P500

    4.228,48
    -55,26 (-1,29%)
     
  • DOW JONES

    33.706,74
    -292,30 (-0,86%)
     
  • FTSE

    7.550,37
    +8,52 (+0,11%)
     
  • HANG SENG

    19.773,03
    +9,12 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    28.930,33
    -11,81 (-0,04%)
     
  • NASDAQ

    13.250,00
    -273,25 (-2,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1885
    -0,0253 (-0,49%)
     

Coca-Cola vai deixar mesmo o Brasil? Empresa se posiciona sobre o caso

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
(Pixabay)
(Pixabay)

Na última terça-feira, 21, a notícia de que a Coca-Cola, uma das maiores fabricantes de bebidas do mundo, ameaçava deixar o país chamou a atenção de muita gente. A empresa estaria pedindo a revogação de medidas que acabaram aumentando os impostos de exportadores, da indústria de refrigerantes e da indústria química, adotadas pelo governo federal para garantir o desconto no Diesel, um dos pedidos dos caminhoneiros para que encerrassem a greve que parou o Brasil.

De acordo com o jornal Folha de São Paulo, o movimento não seria só da Coca-Cola, mas de 59 fabricantes de ameaçam cortar cerca de 15 mil vagas de emprego e uma retração de R$ 6 bilhões por ano caso a medida não seja renegociada pelo presidente Michel Temer.

Em nota enviada ao Yahoo, a Coca-Cola Brasil negou a informação e afirmou que “não tem planos de deixar” o país e que tem um “compromisso sólido e de longo prazo” com o Brasil . Confira o comunicado completo:

“Reiteramos que a Coca-Cola Brasil não tem planos de deixar a Zona Franca de Manaus, de onde, há 28 anos, sai o concentrado utilizado na produção de várias de nossas bebidas pelas 36 fábricas instaladas no país. O nosso compromisso com o Brasil é sólido e de longo prazo, numa trajetória que já soma 76 anos.

Nossos valores e práticas incluem diálogo e transparência com governos e com a sociedade brasileira. Atuamos em 202 países sempre com total respeito às leis locais.

Em todo o Brasil, o Sistema Coca-Cola emprega 54 mil pessoas direta e outras 600 mil indiretamente na produção e distribuição de 213 produtos de 20 marcas. Só este ano nosso investimento no Brasil foi de R$ 3 bilhões, seguindo o mesmo patamar de 2017″.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos