Mercado abrirá em 1 h 53 min

Coca-Cola cortará 2.200 postos de trabalho no mundo

·1 minuto de leitura
Logotipo da Coca-Cola em um restaurante em Washington, DC, em 1º de maio de 2016

A Coca-Cola informou nesta quinta-feira (17) que reduzirá em 2.200 seu quadro de funcionários no mundo, como parte de um plano de reestruturação.

A redução de pessoal corresponde a 2,6% da força de trabalho da empresa americana e significa a eliminação de 1.200 empregos nos Estados Unidos, segundo um porta-voz da empresa.

A gigante dos refrigerantes estabeleceu um programa de demissões voluntárias, mas "algum nível de redução involuntário" será necessário, informou o porta-voz.

"A pandemia (do novo coronavírus) não foi a causa destas mudanças, mas foi um catalisador para que a companhia se mexa mais rápido", indicou.

A Coca-Cola espera despesas de 350 a 550 milhões de dólares com esta redução de pessoal.

A empresa reportou queda de 33% em seus lucros no terceiro trimestre, que somaram 1,7 bilhão de dólares, depois de uma queda de 9% em sua receita, para US$ 8,7 bilhões.

jmb/hs/mr/dga/mvv