Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,90 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,75 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +0,03 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +11,40 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    19.315,52
    +24,13 (+0,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,86 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,11 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,38 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    -0,75 (-0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5559
    +0,0503 (+0,91%)
     

CNN envia 'caixas de presente' a funcionários após demiti-los nos EUA

A CNN informou a um jornal norte-americano que os presentes foram enviados por acidente. Foto:  REUTERS/Chris Aluka Berry.
A CNN informou a um jornal norte-americano que os presentes foram enviados por acidente. Foto: REUTERS/Chris Aluka Berry.
  • CNN+, serviço de streaming da emissora nos EUA, acabou após completar um mês

  • As caixas recebidas continham equipamentos e itens como canetas e recipientes para alimentos

  • CNN informou que os presentes foram enviados por acidente.

A CNN anunciou o fim de seu serviço de streaming nos Estados Unidos, o CNN+, em abril, após menos de um mês de lançamento da plataforma. O efeito desse rápido desmantelamento foi a demissão de centenas de funcionários, que não esperavam receber ‘mimos’ da empresa em seguida.

Os ex-empregados da companhia, que é controlada pela Warner Bros. Discovery, foram ‘presenteados erroneamente’ com caixas de presentes personalizados da marca.

Leia também:

As caixas recebidas continham equipamentos e itens como canetas e recipientes para alimentos, assim como máquina de pipoca e fones de ouvido e até nota de boas-vindas: “Este é um momento incrível para fazer parte da CNN”.

“Crie relacionamentos e reserve um tempo para se conectar com colegas e aprender para que você aproveite ao máximo seu tempo aqui.”, dizia o comunicado.

A CNN informou ao jornal norte-americano The Wall Street Journal que os presentes foram enviados por acidente.

Ao todos, por volta de 400 funcionários foram contratados para trabalhar no novo serviço de streaming da CNN. A startup custou cerca de US$ 300 milhões, o equivalente a R$ 1,5 bilhão.

Após a companhia norte-americana de telecomunicações AT&T desfazer a WarnerMedia, em uma fusão que custou US$ 43 bilhões, por volta de R$ 217,6 bilhões, com a Discovery, para formar a Warner Bros. Discovery, o serviço de streaming CNN+ foi um dos primeiros passos imaginados pela nova administração para subir os lucros.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos