Mercado fechado

CNI vai realizar rodada de negócios no setor de alimentos e bebidas

Juliano Basile

Ação deverá conectar fornecedores brasileiros com compradores de toda a América Latina, além dos Estados Unidos, Índia, Emirados Árabes e Canadá A Confederação Nacional da Indústria (CNI) deverá realizar, ao lado do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), e juntamente com o Sebrae e a Apex-Brasil, uma rodada internacional de negócios do setor de alimentos e bebidas, envolvendo micro, pequenas e médias empresas.

A ação deverá ocorrer entre 22 e 26 de junho e deverá conectar fornecedores brasileiros a compradores de toda a América Latina, além dos Estados Unidos, Índia, Emirados Árabes e Canadá. Essa será a primeira vez que o evento acontecerá no modelo virtual em função da pandemia do novo coronavírus, que afeta o Brasil e diversas outras nações do mundo.

As instituições brasileiras que atuam na organização do evento fazem parte do Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE). O Sebrae, a CNI e a Apex-Brasil são responsáveis por conduzir as ações voltadas às empresas do setor de alimentos e bebidas. Independentemente do porte, todos os segmentos terão uma grande oportunidade de expandir suas atividades e buscar novos negócios fora do país.

“A internacionalização aumenta a competitividade das empresas, com a ampliação de mercados e diversificação da demanda, o que se transforma em mais uma alternativa para se conseguir ultrapassar este momento desafiador que vivemos”, afirmou Carlos Abijaodi, diretor de Desenvolvimento Industrial da CNI.

A CNI coordena nacionalmente a Rede Brasileira de Centros Internacionais de Negócios (Rede CIN), presente nas 27 unidades da federação com foco no atendimento às empresas para assegurar uma atuação competitiva no mercado internacional.

“Para a Apex-Brasil, as rodadas virtuais fazem parte de um conjunto de ações de suporte às empresas brasileiras para incrementar a geração de negócios internacionais e tornar a nossa indústria mais competitiva, com mais efetividade e menores riscos”, avaliou a Gerente de Competitividade da Apex-Brasil, Deborah Rossoni.

A rodada virtual internacional, chamada como “Business Connection Brazil: food & beverage”, é um dos desdobramentos da ConnectAmericas.com. A plataforma gratuita de negócios foi criada pelo BID para apoiar mais de 300 mil empresários cadastrados na realização de mais e melhores negociações internacionais, fomentando o comércio exterior e investimentos internacionais nos países da América Latina e Caribe. “Será uma semana inteira de atividades on-line e vamos dar todo o suporte para que as empresas tenham agendas de negócios bem-sucedidas”, comentou o diretor técnico do Sebrae, Bruno Quick.

A ConnectAmericas, segundo a analista do Sebrae, realiza anualmente várias rodadas de forma presencial, mas em função da pandemia, estão fazendo tudo de forma virtual em 2020.

As empresas que queiram participar do evento este ano podem se inscrever até o dia 19 de junho, gratuitamente, na plataforma e no site bcbrazil.com. Em uma segunda etapa, haverá um processo de seleção dessas empresas, de acordo com uma avaliação da sua capacidade de exportação e o grau de correspondência com as demandas dos compradores.

As micros, pequenas e médias empresas têm um papel muito importante nas exportações brasileiras de forma diversificada e, juntas, representam 70% do número de empresas exportadoras, segundo estudo do Sebrae de 2019, principalmente do setor da indústria. De acordo com o Sebrae, mais de 40% das empresas exportadoras brasileiras são micro e pequenas. Elas foram responsáveis por vendas externas no valor de US$ 1,2 bilhão em 2018.