Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.575,47
    +348,38 (+0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    41.674,30
    -738,17 (-1,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,53
    -0,18 (-0,39%)
     
  • OURO

    1.788,10
    -23,10 (-1,28%)
     
  • BTC-USD

    18.163,62
    +395,56 (+2,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    333,27
    -4,23 (-1,25%)
     
  • S&P500

    3.638,35
    +8,70 (+0,24%)
     
  • DOW JONES

    29.910,37
    +37,90 (+0,13%)
     
  • FTSE

    6.367,58
    +4,65 (+0,07%)
     
  • HANG SENG

    26.894,68
    +75,23 (+0,28%)
     
  • NIKKEI

    26.644,71
    +107,40 (+0,40%)
     
  • NASDAQ

    12.257,50
    +105,25 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3746
    +0,0347 (+0,55%)
     

CNE aprova nova versão de Catálogo Nacional de Cursos Técnicos

Luciano Nascimento - Repórter da Agência Brasil
·1 minuto de leitura

O Conselho Nacional de Educação (CNE) aprovou ontem (12) por unanimidade a quarta edição do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos apresentada pelo Ministério da Educação (MEC). O documento ainda deve ser homologado pelo MEC antes de entrar em vigência.

O catálogo é um instrumento que serve de referência para instituições e redes de ensino para a oferta de cursos técnicos. Ele possui todos os cursos reconhecidos pelo MEC e também especifica as necessidades de aprendizado para cada área.

A versão atual, finalizada após consulta pública, registra 215 cursos distribuídos em 13 eixos tecnológicos, com informações sobre perfil profissional dos egressos, campos de atuação, carga horária, legislações profissionais correlatas, entre outros. A versão ainda em vigência, de 2014, apresenta uma relação de 227 cursos, também divididos em 13 eixos.

O catálogo é elaborado em conjunto com os sistemas de ensino, instituições de educação profissional e tecnológica, ministérios e órgãos relacionados ao exercício profissional. A nova versão será publicada e ficará disponível no portal do MEC depois da homologação e será disponibilizada em versão digital.