Mercado abrirá em 9 horas 1 minuto
  • BOVESPA

    122.964,01
    +1.054,98 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.655,29
    -211,86 (-0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,08
    -0,20 (-0,31%)
     
  • OURO

    1.828,50
    -7,60 (-0,41%)
     
  • BTC-USD

    57.740,88
    +2.669,34 (+4,85%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.563,96
    +1.321,28 (+544,45%)
     
  • S&P500

    4.152,10
    -36,33 (-0,87%)
     
  • DOW JONES

    34.269,16
    -473,66 (-1,36%)
     
  • FTSE

    6.947,99
    -175,69 (-2,47%)
     
  • HANG SENG

    28.006,48
    -7,33 (-0,03%)
     
  • NIKKEI

    28.186,92
    -421,67 (-1,47%)
     
  • NASDAQ

    13.232,75
    -113,25 (-0,85%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3360
    -0,0094 (-0,15%)
     

CMN eleva financiamentos ao setor de café a R$5,95 bi em 2021

·1 minuto de leitura
Colheita de café em São João da Boa Vista (SP)

SÃO PAULO (Reuters) - O Conselho Monetário Nacional (CMN) autorizou nesta quinta-feira 5,95 bilhões de reais em recursos para financiamentos da cafeicultura no âmbito do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) na safra 2021, montante que fica cerca de 250 milhões de reais acima do autorizado na temporada passada.

O CMN, com o Orçamento Geral da União (OGU) aprovado, autorizou a distribuição dos recursos para diversas linhas de crédito para o setor produtor e beneficiador de café, disse o Ministério da Economia em nota.

Os financiamentos para custeio do setor cafeeiro receberão até 1,6 bilhão de reais; comercialização, até 2,2 bilhões de reais; aquisição de café (FAC), até 1,35 bilhão de reais; capital de giro para cooperativas de produção e para indústria, até 630,5 mil reais.

O CMN liberou ainda crédito para recuperação de cafezais danificados de até 160 milhões de reais.

(Por Roberto Samora)