Mercado abrirá em 4 h 49 min
  • BOVESPA

    101.915,45
    -898,58 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.698,72
    -97,58 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,18
    +2,00 (+3,02%)
     
  • OURO

    1.788,70
    +12,20 (+0,69%)
     
  • BTC-USD

    57.096,32
    +325,81 (+0,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.470,80
    +28,02 (+1,94%)
     
  • S&P500

    4.567,00
    -88,27 (-1,90%)
     
  • DOW JONES

    34.483,72
    -652,22 (-1,86%)
     
  • FTSE

    7.059,45
    -50,50 (-0,71%)
     
  • HANG SENG

    23.739,26
    +264,00 (+1,12%)
     
  • NIKKEI

    27.935,62
    +113,86 (+0,41%)
     
  • NASDAQ

    16.382,00
    +231,50 (+1,43%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3934
    +0,0234 (+0,37%)
     

Clubhouse trará novidade para aprimorar o contexto das conversas por voz

·3 min de leitura

Após a explosão no mercado de bate-papo por voz, o Clubhouse agora se movimenta para tentar permanecer na liderança. Com o objetivo de trazer mais contexto para as conversas, o app permitirá ao criador da sala fixar um link externo no topo para trazer mais contextos para a conversa. Dessa forma, será possível linkar um artigo, uma notícia, um podcast e até um site de doação para arrecadar fundos.

O anúncio foi feito pelo perfil oficial do Clubhouse no Twitter. Qualquer pessoa com status de moderador de uma sala, independentemente do número de seguidores, poderá adicionar, alterar ou remover um link. A parte bacana é que elas poderão trazer essa informação extra para auxiliar ou agregar no tópico tratado pelo host, sem que o próprio precise parar a transmissão.

É claro que não será possível inserir qualquer tipo de link por razão de segurança e para facilitar a moderação, mas já é um grande avanço que permitirá tornar as conversas muito mais compreensíveis para quem acaba de entrar, por exemplo. Links apontados para sites adultos, como o OnlyFans, provavelmente serão vetados para evitar a disseminação de pornografia ou conteúdos sexuais, o que inflige a política de conteúdo da companhia.

Segundo a rede, não haverá cobrança ou desconto por receitas arrecadadas por transações feitas por meio do link. Essa é uma solução provisória até o Clubhouse lançar seu próprio serviço de geração de receitas, como ingressos para salas e sistemas de assinatura para conteúdos exclusivos.

A adição de links no topo das salas chegará simultaneamente para usuários do iOS e Android no dia 27 de outubro.

Halloween no Clubhouse

Para celebrar a chegada do Halloween, a rede também trouxe alguns ícones temáticos (fantasma, abóbora e palhaço) para inserir junto das fotos de perfil. A ideia é ajudar o usuário a curtir melhor a data, bem como incentivar as conversas sobre essa popular comemoração até o dia 31 de outubro.

Na semana passada, o Clubhouse adicionou a opção de som de alta qualidade para atrair músicos interessados em fazer shows pelo app. A novidade vem no exato momento em que o Twitter anunciou a liberação das salas do Spaces para todos os usuários — antes, era preciso ter 600 ou mais seguidores. Há pouco mais de duas semanas, o Facebook também disponibilizou oficialmente suas salas de bate-papo por voz para todos os usuários.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos