Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.979,96
    +42,09 (+0,03%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.789,31
    +417,33 (+0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,28
    -0,21 (-0,32%)
     
  • OURO

    1.869,30
    +1,30 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    42.426,88
    -297,42 (-0,70%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.206,81
    -46,33 (-3,70%)
     
  • S&P500

    4.127,83
    -35,46 (-0,85%)
     
  • DOW JONES

    34.060,66
    -267,13 (-0,78%)
     
  • FTSE

    7.034,24
    +1,39 (+0,02%)
     
  • HANG SENG

    28.593,81
    +399,72 (+1,42%)
     
  • NIKKEI

    28.406,84
    +582,01 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    13.205,75
    -6,25 (-0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4304
    +0,0205 (+0,32%)
     

Clubhouse finalmente começa a testar app para Android

Igor Almenara
·3 minuto de leitura

O Clubhouse pode finalmente estar chegando ao Android. Um anúncio da companhia antecipa quais serão as próximas novidades para o começo de maio deste ano e, entre elas, está a abertura da fase beta do aplicativo para o sistema do Google — inicialmente apenas nas mãos de usuários selecionados, mas o progrmaa logo deve chegar para o público geral.

A febre da interação por áudio pegou a internet com força no começo de 2021 com a popularização do Clubhouse. O recurso cativou usuários, levou o app original para a casa dos milhões de downloads (somente no iOS) e gerou movimentação no mercado de redes sociais, com concorrentes como Twitter, Telegram, Discord e até a Xiaomi se apropriando do formato.

"Início do beta para Android. Ainda não está rolando, mas nós começamos a distribuir um beta antecipado para um punhado de usuários selecionados. Se você ouvir que alguém está usando o Clubhouse a partir do app para Android, dê a eles uma recepção calorosa! Mal podemos esperar pela chegada de mais usuários Android nas próximas semanas", anuncia o Clubhouse.

Foco total nas conversas por áudio diferenciam o Clubhouse dos concorrentes. (Imagem: Reprodução/Neil Patel)
Foco total nas conversas por áudio diferenciam o Clubhouse dos concorrentes. (Imagem: Reprodução/Neil Patel)

Em março, uma conversa rotineira com os fundadores adiou a expectativa do Clubhouse para Android em meses, pelo menos até o fim do ano. Semanas depois, uma desenvolvedora publicou no Twitter uma captura de tela do Clubhouse enviada a partir de um Google Pixel, sugerindo que o desenvolvimento estava em ritmo acelerado.

Não há confirmação de que algo mudou dentro da Alpha Exploration (detentora do Clubhouse), mas a expectativa por investimentos externos pode ter reorganizado as prioridades na companhia — que agora estaria focada em alcançar uma parcela maior de usuários e estabelecer domínio em mais territórios.

Por enquanto, não há informações mais específicas relacionadas ao Clubhouse para Android. O aplicativo em fase beta pode impor certas limitações aos usuários nesse primeiro momento, como participação restrita a papel de ouvinte ou compartilhar acesso através apenas por meio de convites. Tais informações só devem ser confirmadas com a distribuição ampla entre dispositivos com o SO do Google — coisa que ainda não tem data para acontecer.

Raio cai duas vezes no mesmo lugar?

O Clubhouse figurou um fenômeno excepcional no iOS, em que a disponibilidade limitada, formato fresco e outros elementos foram grandes propulsores para alavancar sua popularidade. A festa ainda está rolando, mas competidores se apropriaram das salas de áudio em suas próprias plataformas — e competem entre si até mesmo no Android.

No sistema operacional do Google, o Clubhouse chega atrasado. O Twitter Spaces já foi amplamente distribuído, mesma coisa com os Stage Channels, no Discord, e as salas de áudio do Telegram — que está na versão final do mensageiro.

Nada garante que o aplicativo da Alpha Exploration repetirá o feito no terreno do Google. Talvez, a presença da concorrência enfraqueça a sua presença na nova base de usuários, considerando que seu formato não é mais exclusivo — tampouco novo — para esse público.

Por enquanto, resta aguardar pela distribuição mais ampla do Clubhouse no Android para conferir seus desdobramentos. Para conferir isso, como sempre, é bom continuar atento aqui no Canaltech.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: