Mercado fechará em 2 h 13 min
  • BOVESPA

    122.913,37
    +397,62 (+0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.242,45
    +372,97 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,49
    -0,77 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.810,60
    -7,50 (-0,41%)
     
  • BTC-USD

    38.203,39
    -1.564,23 (-3,93%)
     
  • CMC Crypto 200

    931,97
    -11,47 (-1,22%)
     
  • S&P500

    4.412,85
    +25,69 (+0,59%)
     
  • DOW JONES

    35.041,31
    +203,15 (+0,58%)
     
  • FTSE

    7.105,72
    +24,00 (+0,34%)
     
  • HANG SENG

    26.194,82
    -40,98 (-0,16%)
     
  • NIKKEI

    27.641,83
    -139,19 (-0,50%)
     
  • NASDAQ

    15.023,25
    +70,50 (+0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1911
    +0,0470 (+0,76%)
     

Clubes brasileiros se unem para doar 12 mil toneladas em cestas básicas

·2 minuto de leitura


Na busca por arrecadar alimentos para pessoas em vulnerabilidade, diversos clubes brasileiros deixaram a rivalidade de lado e estão promovendo a campanha “Mães da Favela Futebol Clube”. Em 2020, o programa impactou mais de 5,5 milhões de pessoas em arrecadações que ainda podem ser feitas no posto de coleta ou financeiramente através do site oficial da campanha.

>Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

Com equipes de todas as divisões do país, o Botafogo-SP cedeu o “Seo Tibério Futebol Bar” para a torcida concentrar as doações.

- É um orgulho para o clube participar desta mobilização solidária, sabemos da importância de colaborarmos nesse momento difícil para tantas famílias no Brasil. Contamos com o envolvimento e participação da nossa torcida e da comunidade de Ribeirão, que já abraçou o projeto e está colaborando muito - conta Laura Louzada, gerente de marketing da Botafogo S/A.

O Fortaleza também entrou na corrente de solidariedade tendo a sede do Pici (Av. Senador Fernandes Távora, 200 - Jóquei Clube) como um dos pontos de entrega para pessoas ou empresas que quiserem contribuir com a ação. Além da equipe radicada no bairro do Pici, times como Internacional e Cuiabá demonstraram apoio nas redes sociais.

- Entendo que os clubes de futebol têm a responsabilidade social, devem usar a sua marca, sua força, sua comunicação para fazer o bem. Então esse projeto é grandioso, tem o nosso apoio e a nossa energia, desejamos arrecadar muitos alimentos para chegar a quem precisa - destacou o presidente do Leão, Marcelo Paz.

Nesta semana, durante as partidas do Campeonato Brasileiro, as agremiações exploraram o poder de exposição na mídia e entraram em campo com faixas para promover o projeto.

A campanha que tem duração até o dia 26 de junho espera fortalecer a união para proporcionar melhores condições a milhares de famílias afetadas, principalmente, pelas dificuldades econômicas acerretadas pela pandemia de Covid-19.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos