Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.406,73
    -1.534,95 (-1,41%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.470,25
    -1.129,13 (-2,19%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,22
    -1,92 (-2,26%)
     
  • OURO

    1.841,70
    +9,90 (+0,54%)
     
  • BTC-USD

    35.860,00
    +834,38 (+2,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    814,29
    +3,68 (+0,45%)
     
  • S&P500

    4.301,68
    -96,26 (-2,19%)
     
  • DOW JONES

    33.598,04
    -667,33 (-1,95%)
     
  • FTSE

    7.297,15
    -196,98 (-2,63%)
     
  • HANG SENG

    24.656,46
    -309,09 (-1,24%)
     
  • NIKKEI

    27.588,37
    +66,11 (+0,24%)
     
  • NASDAQ

    14.134,00
    -292,50 (-2,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2323
    +0,0423 (+0,68%)
     

Clima seco no Brasil e Argentina eleva milho e soja para máximas

·1 min de leitura

(Bloomberg) -- Os futuros da soja avançaram para a maior cotação em mais de quatro meses, enquanto o milho subiu para o nível mais alto desde o início de julho em meio ao clima quente e seco em regiões da América do Sul, o que aumenta a preocupação com o cenário para as safras.

Most Read from Bloomberg

A soja tem a nona sessão seguida de ganhos, o período mais longo de valorização desde abril. As regiões sul do Brasil e da Argentina permanecerão com clima seco e quente nas próximas semanas, causando “muito estresse” nas plantas dessas áreas, disse Donald Keeney, meteorologista sênior da Maxar, em e-mail na semana passada.

Analistas preveem que o Brasil, maior produtor de soja, terá safra recorde no início de 2022, embora a expansão das condições áridas possa reduzir a produção. Meteorologistas na Argentina também alertam sobre uma estiagem iminente, e o fenômeno climático La Niña deve causar seca em muitas áreas de cultivo.

Na China, o presidente Xi Jinping reiterou a necessidade de garantir a segurança de grãos e o fornecimento de produtos agrícolas em reunião antes da Conferência Central de Trabalho Rural, realizada em 25 e 26 de dezembro, de acordo com a estatal China Central Television. Xi pediu proteção às terras agrícolas e expansão do plantio de soja e oleaginosas. A China é a maior importadora mundial de soja e milho.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos