Mercado abrirá em 5 h 4 min
  • BOVESPA

    119.371,48
    -690,52 (-0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.092,31
    +224,69 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,88
    +0,45 (+0,73%)
     
  • OURO

    1.783,80
    +1,80 (+0,10%)
     
  • BTC-USD

    47.926,41
    -6.572,93 (-12,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.082,73
    -160,33 (-12,90%)
     
  • S&P500

    4.134,98
    -38,44 (-0,92%)
     
  • DOW JONES

    33.815,90
    -321,41 (-0,94%)
     
  • FTSE

    6.913,45
    -24,79 (-0,36%)
     
  • HANG SENG

    29.008,65
    +253,31 (+0,88%)
     
  • NIKKEI

    29.020,63
    -167,54 (-0,57%)
     
  • NASDAQ

    13.771,75
    +21,50 (+0,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5540
    +0,0124 (+0,19%)
     

Clima frio pressiona produção manufatureira nos EUA

·1 minuto de leitura

WASHINGTON (Reuters) - A produção nas fábricas dos Estados Unidos caiu com força em fevereiro, pressionada pelas tempestades de inverno no Texas que afetaram refinarias de petróleo, instalações petroquímicas e fábricas de resinas plásticas.

A produção manufatureira recuou 3,1% no mês passado também pressionada pela escassez global de semicondutores, disse o Federal Reserve nesta terça-feira. Isso após alta de 1,2% em janeiro, encerrando nove altas mensais seguidas na produção. A produção manufatureira permanece abaixo do nível pré-pandemia.

Economistas consultados pela Reuters projetavam queda de 0,1% da produção manufatureira em fevereiro.

O clima afetou a região Sul no mês passado, deixando grandes partes do Texas sem energia ou água por dias.

A produção em fábricas de automóveis continuou a ser prejudicada pela escassez de semicondutores, despencando 8,3% no mês passado.

A fraqueza na manufatura e a queda de 5,4% na mineração levaram a uma queda de 2,2% na produção industrial em fevereiro, após salto de 1,1% em janeiro. Os serviços públicos saltaram 7,4% devido às temperaturas frias.

(Reportagem de Lucia Mutikani)