Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,31 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -908,97 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,83
    -0,72 (-0,84%)
     
  • OURO

    1.836,10
    -6,50 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    36.419,05
    -3.437,35 (-8,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,02 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -430,00 (-2,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1900
    +0,0599 (+0,98%)
     

Claudia Leitte é chamada de genocida no Twitter após show em São Paulo

·2 min de leitura
***ARQUIVO***SALVADOR, BA, 20.02.2020 - Cantora Cláudia Leitte usa uniforme em homenagem a Guarda Municipal de Salvador, durante sua apresentação no circuito Barra/Ondina, que faz parte da celebração do carnaval na capital baiana. (Foto: Raphael Muller/Folhapress)
***ARQUIVO***SALVADOR, BA, 20.02.2020 - Cantora Cláudia Leitte usa uniforme em homenagem a Guarda Municipal de Salvador, durante sua apresentação no circuito Barra/Ondina, que faz parte da celebração do carnaval na capital baiana. (Foto: Raphael Muller/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O nome de Claudia Leitte, 41, ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter no Brasil neste domingo (28). No entanto, a causa não foi positiva, a hashtag #ClaudiaLeitteGenocida teve destaque um dia após a cantora apresentar o trio elétrico Blow Out, no estacionamento do Espaço das Américas, em São Paulo.

O Instagram da cantora informou neste sábado (27) que o show respeitaria os cuidados para conter proliferação da Covid-19. "Evento realizado com limitação de público, exigência de comprovante de vacina e outras exigências sanitárias estabelecidas pela secretaria de saúde de São Paulo", dizia a publicação com uma foto de Leitte pronta para subir no trio.

As imagens do bloco da cantora, porém, contrastavam com a informação, já que era possível ver uma grande aglomeração formada por pessoas sem máscaras, o que não é permitido na capital paulista. A previsão é que a população possa abdicar do item em ambientes abertos somente a partir do dia 11 de dezembro.

Entre elogios de famosos como Giovanna Antonelli, Susana Vieira e Fabiana Karla começaram a surgir críticas de internautas. "Ué, achei que ainda estávamos em pandemia", escreveu uma. "Primeiro um stories com máscara nos bastidores, pra depois aglomerar enfim a hipocrisia", falou outra.

No Twitter os comentários condenando a atitude da cantora ganharam força. "O show da Claudia Leitte ontem em SP já pode ser considerado como o marco do retorno à normalidade? Ou, para as igrejas e escolas, o distanciamento e as máscaras continuam?", perguntou um.

Já outro internauta questionou a seletividade dos ataques. "A tag 'Claudia Leitte Genocida" nos trends, mas não vi ninguém subindo essa tag pra atacar outros cantores que já estão fazendo vários shows com mega aglomeração, um monte de macho fazendo isso e ninguém fala nada!!! Parem de ser hipócritas, seus m****s", esbravejou.

Outro relembrou que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), já se aglomerava no auge da pandemia e muitos dos que estavam criticando a cantora pela apresentação não disseram nada. "Festa da Claudia Leitte com exigência de comprovante de vacinação não pode, mas o Bolsonaro aglomerar em época que nem vacina tinha pode né? Hipocrisia da p****, bolsominions são burros e incoerentes. Governo de m****".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos