Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.664,35
    -786,85 (-0,73%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.102,55
    -339,66 (-0,75%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,61
    +0,38 (+0,47%)
     
  • OURO

    1.670,20
    +1,60 (+0,10%)
     
  • BTC-USD

    19.487,59
    -77,46 (-0,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    445,25
    -0,73 (-0,16%)
     
  • S&P500

    3.640,47
    -78,57 (-2,11%)
     
  • DOW JONES

    29.225,61
    -458,13 (-1,54%)
     
  • FTSE

    6.881,59
    -123,80 (-1,77%)
     
  • HANG SENG

    17.335,31
    +169,44 (+0,99%)
     
  • NIKKEI

    26.034,33
    -387,72 (-1,47%)
     
  • NASDAQ

    11.242,25
    +14,00 (+0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3026
    +0,0046 (+0,09%)
     

Claro dará desconto aos consumidores devido à redução do ICMS

Redução da alíquota do ICMS para o setor de telecomunicações foi aprovada pelo Congresso Nacional em junho deste ano (Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
Redução da alíquota do ICMS para o setor de telecomunicações foi aprovada pelo Congresso Nacional em junho deste ano

(Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)

  • Claro dará desconto retroativo aos consumidores após redução do ICMS;

  • Expectativa é concluir o processo até novembro;

  • Operadoras que não concederam os descontos estão sendo investigadas.

A Claro anunciou, nesta quarta-feira (24), que dará um desconto retroativo a seus clientes devido à redução da alíquota do ICMS para o setor de telecomunicações – medida aprovada pelo Congresso Nacional em junho deste ano.

Segundo a operadora, os valores serão repassados de forma integral entre os meses de setembro e novembro de 2022 nos estados onde a redução foi implementada. Como a ação está sendo realizada desde julho, alguns clientes já começaram a receber os descontos.

A empresa também explicou que a demora no repasse aos consumidores deve-se à complexidade das adaptações do corte no ICMS em diferentes estados, mas que todo o processo deve ser concluído nos próximos meses.

“Inicialmente, à medida que os Estados aderiram à mudança, foi implementada a redução da alíquota do ICMS. Nesta etapa também começou o ajuste dos sistemas para possibilitar a revisão dos preços com as novas alíquotas. Em paralelo, teve início o processo de repasse da redução do ICMS”, disse a Claro em nota oficial.

Apesar da operadora não ter divulgado uma data específica, o ressarcimento será realizado a depender do ciclo de vencimento da fatura de cada cliente.

Operadoras devem fazer os repasses

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) está investigando operadoras de telefonia que não repassaram a queda de impostos aos seus clientes. A agência diz que ainda está "apurando a dimensão total do volume da questão para então avaliar as medidas sancionatórias a serem tomadas".

Já o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) notificou as operadoras Claro, Tim, Vivo, Oi e Sky a prestar esclarecimentos sobre o repasse da redução ICMS aos consumidores. A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) recebeu reclamações de consumidores do estado de SP sobre as operadoras Tim e Claro.

A Senacon questiona se as empresas têm um plano de ressarcimento aos clientes, caso tenham cobrado o valor sem a redução. Além disso, devem informar, até o dia 26 de agosto, os prazos e percentuais e se informaram os clientes sobre a redução de carga tributária incidente na prestação de serviços.