Mercado fechará em 5 h 55 min
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,32 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -909,02 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,94
    -0,20 (-0,23%)
     
  • OURO

    1.838,30
    +6,50 (+0,35%)
     
  • BTC-USD

    33.342,09
    -2.432,83 (-6,80%)
     
  • CMC Crypto 200

    758,14
    +515,46 (+212,40%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,03 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.394,29
    -99,84 (-1,33%)
     
  • HANG SENG

    24.656,46
    -309,09 (-1,24%)
     
  • NIKKEI

    27.588,37
    +66,11 (+0,24%)
     
  • NASDAQ

    14.301,50
    -125,00 (-0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1833
    -0,0067 (-0,11%)
     

Claro é notificada pelo Procon-SP e pode levar multa de até R$ 11 milhões

·2 min de leitura

Falhas nos sistemas da Claro têm impossibilitado os clientes de usar os serviços da operadora desde domingo (26). Solicitações como recarga de celular e bloqueio ou reativação de linhas não são concluídas. Na segunda-feira (27), a Claro confirmou a instabilidade, mas não deu prazo para a solução.

O Procon-SP, então, notificou a operadora na quarta-feira (29) e solicitou mais informações à operadora sobre a pane. A companhia deve esclarecer, ainda, quais canais foram afetados e por quanto tempo. O órgão pede um parecer sobre as providências tomadas para a solução da situação e um plano de ação para o ressarcimento a clientes que tiveram os serviços interrompidos.

Segundo informou Fernando Capez, diretor-executivo do Procon-SP, a Claro pode ser multada em até R$ 11 milhões se for comprovado que o Serviço de Atendimento ao Consumidor está sendo prestado de modo defeituoso. “E se a empresa estiver dificultando ou falhando na prestação de serviço de atendimento ao consumidor ela pode ser autuada e o caso encaminhado à fiscalização", diz o comunicado enviado ao site Tecnoblog

Serviços passaram por instabilidade, mas operadora afirma que já normalizou a operação (Imagem: Divulgação/Claro)
Serviços passaram por instabilidade, mas operadora afirma que já normalizou a operação (Imagem: Divulgação/Claro)

Alguns consumidores enfrentam suspensão de outros serviços e não podem solicitar reparos porque os sistemas de atendimento estão inoperantes. Clientes que desejavam encerrar o contrato por descontentamento com a prestação de serviços também não conseguiram efetivar o pedido.

Em contato com a reportagem do Canaltech, a Claro informa que houve uma instabilidade sistêmica, mas que ela já foi solucionada. “Os serviços de atendimento ao cliente já funcionam normalmente. A operadora reforça que os serviços de voz, dados móveis, banda larga fixa e TV por assinatura não foram afetados.”

A companhia afirma, ainda, que está “à disposição para responder aos questionamentos de órgãos de defesa do consumidor sobre o caso”.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos