Cisco deve impulsionar ganho em bolsas de NY na abertura

As bolsas de Nova York devem abrir em alta nesta quarta-feira, após recuarem para os níveis mais baixos em três meses na sessão anterior, segundo indicam os índices futuros, que avançam com a melhora de sentimento gerada pelo bom resultado trimestral da Cisco Systems. Às 12h15 (pelo horário de Brasília), no mercado futuro, Dow Jones e Nasdaq subiam 0,45%, enquanto Nasdaq avançava 0,24%.

Os ganhos dos futuros, no entanto, foram reduzidos após a divulgação de dados de vendas no varejo dos Estados Unidos. Os varejistas norte-americanos venderam 0,3% menos em outubro do que no mês anterior. Economistas consultados pela Dow Jones previam uma queda menor, de 0,2%.

Já os últimos números de inflação no atacado dos Estados Unidos vieram favoráveis. O índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês), que mede os preços pagos na indústria e atacado por bens finais, caiu -0,2% no mês passado ante setembro. Analistas esperavam uma alta de 0,02%. O núcleo do PPI, que exclui preços de energia e alimentos, também caiu -0,2% em outubro, ante uma estimativa de aumento de 0,1%. Às 13h (de Brasília), saem os estoques das empresas dos EUA em setembro.

No setor corporativo, as ações da Cisco, que integram o índice Dow Jones, disparavam 7,5% no pré-mercado em Nova York após a fabricante de equipamentos para redes ter divulgado, na terça-feira, lucro e receita trimestrais acima das expectativas.

O Facebook caía 1,6% antes da abertura, com os investidores se posicionando antes do vencimento de acordos de bloqueio que disponibilizarão quase 804 milhões de ações da rede social, praticamente dobrando o volume de papéis em circulação.

Outro destaque era a Abercrombie & Fitch, cujas ações subiam 31%. A varejista de roupas juvenis também foi favorecida por um balanço trimestral mais forte do que o previsto.

A desenvolvedora de jogos online Zynga, por sua vez, subia 0,5% depois de seu diretor financeiro, David Wehner, anunciar que vai deixar a empresa para assumir um cargo na área financeira do Facebook. As informações são da Dow Jones.

Carregando...