Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,46 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -10,90 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    35.372,30
    -504,02 (-1,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    888,52
    -51,42 (-5,47%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.103,00
    -62,50 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0361
    +0,0736 (+1,23%)
     

Cirurgiões substituem osso mandibular de paciente por prótese impressa em 3D

·1 minuto de leitura

A impressão 3D vem trazendo um grande auxílio para a medicina. E dessa vez, foi o Hospital Universitário (HU) da USP que contou com essa aliada. Acontece que os profissionais, alunos e residentes da Divisão de Odontologia do hospital conseguiram adaptar placas de reconstrução e fixação mandibular para um procedimento chamado mandibulectomia (que consiste na remoção de parte ou todo o osso mandibular).

Os professores envolvidos contam ao Jornal da USP que a cirurgia bucomaxilofacial utiliza placas de titânio para a fixação dos fragmentos ósseos em casos de fraturas, remoção ou reposicionamento. Essas placas devem ser contornadas e adaptadas às diferentes posições ósseas para a obtenção dos resultados desejados.

Além da impressão de próteses utilizadas em pacientes, os protótipos auxiliam no planejamento de todas as etapas da cirurgia em ambiente virtual. A impressão permite realizar o procedimento antes mesmo de sua execução no ser humano, basicamente, o que resulta no ganho de tempo no ato cirúrgico e em mais previsibilidade na execução.

Hospital da USP promove cirurgia no queixo por meio de impressão 3D (Imagem: Reprodução/Jornal da USP)
Hospital da USP promove cirurgia no queixo por meio de impressão 3D (Imagem: Reprodução/Jornal da USP)

Caso clínico

O paciente que passou pela mandibulectomia apresentava um tumor ósseo benigno, porém bastante invasivo. A equipe diagnosticou o tumor e o procedimento de escolha foi a remoção cirúrgica da porção óssea comprometida, para então ser substituída pela prótese impressa em 3D.

Esse paciente foi o segundo a ser beneficiado com o uso da impressora. O primeiro caso, que foi de mandibulectomia parcial, sem reconstrução por enxerto, também teve a adaptação da placa em protótipo 3D. Vale apontar que a impressão foi feita por meio de uma impressora 3D ANYCUBIC I3 MEGA.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos