Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.138,02
    -223,39 (-0,41%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Cinco assuntos quentes para o Brasil na próxima semana

·3 min de leitura

(Bloomberg) -- IPCA-15, debate sobre PEC dos precatórios e volatilidade ampliada pela pandemia na Europa devem mover mercados, assim como Ata do Fed e plano de investimentos da Petrobras. Semana tem feriado de Ação de Graças nos EUA. Aneel fixa bandeira tarifária. Veja os principais temas:

Most Read from Bloomberg

Inflação

Apostas na alta da Selic podem ser influenciadas pelo IPCA-15, que sai dia 25. O índice tem estimativa de leve desaceleração mensal, de 1,20% para 1,05%, e aceleração no comparativo anual de 10,34% para 10,60%. Presidente do BC, Roberto Campos Neto, disse que expectativa de inflação de 2022 está saindo da meta. Também falou que BC pode reduzir estimativas de PIB do próximo ano. Juros futuros caem nesta sexta junto com os yields externos com risco de covid na Europa afetar o crescimento mundial, o que poderia levar a aperto monetário menos agressivo por parte dos BCs. Agenda ainda traz dados de contas externas e crédito e há possibilidade ainda de divulgações dos números de empregos do Caged e do resultado fiscal do governo central. Na sexta, a Aneel discutirá a bandeira tarifária para dezembro. Em novembro, bandeira é escassez hídrica.

PEC e Guedes

Líderes no Senado devem acelerar discussões sobre a PEC dos precatórios nos próximos dias. Governo sinalizou uma série de alterações na PEC dos precatórios a fim de driblar a resistência de senadores à proposta, diz o Globo, sem informar como obteve a informação. Acordo entre Senado, governo e Câmara pode incluir o fatiamento da proposta e compromissos fora do tema principal da PEC. A possibilidade de as mudanças facilitarem a aprovação ajuda os ativos brasileiros a terem desempenho acima dos pares nesta sexta. Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados ouve no dia 23 o ministro da Economia, Paulo Guedes, que terá que explicar suas movimentações financeiras no exterior através de offshore em paraíso fiscal, segundo a Agência Câmara.

Leia mais: Brasília em Off: O plano de Guedes para o pós-PEC

BCs e economia global

Política monetária dos principais BCs globais segue em foco após possibilidade de aperto ocorrer mais cedo do que se previa, o que gera volatilidade. Nos EUA, ata do último Fomc será divulgada dia 24. Na Europa, presidente do BCE, Christine Lagarde, fala dias 25 e 26 e o presidente do BOE, Andrew Bailey, participará dia 25 de debate com Mohamed El-Erian. Agenda extensa de indicadores inclui PMIs nos EUA, Europa e Japão. Dados americanos ainda incluem PIB, PCE e pedidos de bens duráveis. Presidente dos EUA, Joe Biden, deve anunciar antes do feriado de Ação de Graças, em 25 de novembro, seu candidato à presidência do Fed.

Leia mais: Lagarde descarta aperto monetário apesar de inflação ‘dolorosa’

Covid na Europa

Mercado deve seguir monitorando os sinais de ressurgência da covid na Europa. A Áustria entrará novamente em um bloqueio nacional, enquanto a Europa luta contra uma nova onda brutal da pandemia do coronavírus. A Áustria se tornará o primeiro país da Europa Ocidental a impor restrições generalizadas depois que as restrições a pessoas não vacinadas não conseguiram conter o aumento de novas infecções. Chanceler austríaco Alexander Schallenberg também anunciou vacinas obrigatórias a partir de fevereiro.

Petrobras

A Petrobras promove encontro com investidores, no Brasil, dia 25, e em Nova York, no dia 30. Empresa deverá revelar o plano estratégico para 2022-2026. A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) fará na terça-feira uma audiência pública com o presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, para discutir os aumentos de combustíveis, diz a Agência Senado. Os ministros Paulo Guedes, da Economia, e o das Minas e Energia, Bento Albuquerque, também estão sendo chamados para a audiência. A iniciativa para a realização da reunião partiu do presidente da CAE, Otto Alencar (PSD-BA).

Leia mais: Captações no Radar: Sabesp, CSN, Dasa, Armac, Braskem

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos