Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.721,95
    -899,62 (-0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.518,43
    -543,18 (-1,13%)
     
  • PETROLEO CRU

    105,88
    -3,90 (-3,55%)
     
  • OURO

    1.807,40
    -10,10 (-0,56%)
     
  • BTC-USD

    18.918,96
    -1.335,26 (-6,59%)
     
  • CMC Crypto 200

    406,41
    -25,05 (-5,81%)
     
  • S&P500

    3.785,38
    -33,45 (-0,88%)
     
  • DOW JONES

    30.775,43
    -253,88 (-0,82%)
     
  • FTSE

    7.169,28
    -143,04 (-1,96%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    26.393,04
    -411,56 (-1,54%)
     
  • NASDAQ

    11.506,00
    -185,00 (-1,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4918
    +0,0812 (+1,50%)
     

Cientistas criam lente de contato inteligente que trata glaucoma

Ciantistas da Universidade Sun Yat-Sen — em Guangzhou, China — desenvolveram uma lente de contato smart capaz de tratar glaucoma, uma doença grave causada pelo aumento da pressão intraocular, levando à perda de visão. O dispositivo detecta o aumento dessa pressão e administra medicamentos automaticamente, conforme necessário.

A lente funciona da seguinte maneira: sua camada externa tem seis pequenas placas de cobre dispostas em um anel ao redor da pupila que detectam a deformação ocular causada pelo aumento da pressão. Os dados a respeito de sua segurança e eficácia foram publicados na revista Nature.

Além disso, uma antena colocada perto do olho transmite os dados para um computador próximo, e a camada interna da lente é carregada com um remédio chamado brimonidina, liberado quando a lente recebe um sinal do computador através dessa antena.

No artigo, os pesquisadores mencionam testes em coelhos, o que permitiu descobrir que a pressão ocular desses animais diminuiu 30% após 30 minutos e mais de 40% após 2 horas de utilização da lente.

Lente de contato smart sabe quando o olho precisa receber medicamentos para o glaucoma (Imagem: Rawpixel/Envato)
Lente de contato smart sabe quando o olho precisa receber medicamentos para o glaucoma (Imagem: Rawpixel/Envato)

“A realização dessa tecnologia para uso em locais de atendimento pode revolucionar a vida de milhões de pacientes com glaucoma. Seria uma adição às ferramentas do oftalmologista", argumentam os autores do estudo.

Glaucoma

A origem do glaucoma está associada a algumas doenças, como diabetes, e os sintomas mais frequentes são escotomas (manchas escuras), olhos avermelhados e lacrimejantes, fotofobia (sensibilidade à luz), dor nos olhos e dor de cabeça.

Esses sinais surgem quando cerca de 50% das células estão atrofiadas, e o perigo é que são praticamente imperceptíveis, permitindo que a doença para fases avançadas de forma "silenciosa". Se o glaucoma não tiver o devido tratamento, pode levar à lesão permanente do nervo ótico e progredir para a cegueira.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos