Mercado fechará em 5 h 53 min
  • BOVESPA

    100.552,44
    +12,44 (+0,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.669,25
    +467,45 (+1,22%)
     
  • PETROLEO CRU

    40,05
    +0,02 (+0,05%)
     
  • OURO

    1.908,20
    -21,30 (-1,10%)
     
  • BTC-USD

    12.879,27
    +1.822,26 (+16,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    259,96
    +15,07 (+6,16%)
     
  • S&P500

    3.435,56
    -7,56 (-0,22%)
     
  • DOW JONES

    28.210,82
    -97,98 (-0,35%)
     
  • FTSE

    5.763,18
    -13,32 (-0,23%)
     
  • HANG SENG

    24.786,13
    +31,71 (+0,13%)
     
  • NIKKEI

    23.474,27
    -92,73 (-0,39%)
     
  • NASDAQ

    11.670,25
    -21,00 (-0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6199
    -0,0301 (-0,45%)
     

Cientista cria aparelho auditivo que pode custar apenas US$ 1

Natalie Rosa
·2 minutos de leitura

Para tornar os aparelhos de audição mais acessíveis, cientistas desenvolveram um modelo de baixo custo que pode ajudar milhões de pessoas do mundo todo que possam estar lutando contra a surdez.

O projeto, que teve o seu estudo publicado na revista científica Plos One, foi batizado de LoCHAid e consiste no desenvolvimento de um aparelho de audição de código aberto que pode custar apenas um dólar. O valor baixo se deve à fabricação com peças acessíveis no mercado, resultando em um produto minimalista, ao mesmo tempo em que é potente.

Saad Bhamla, co-autor do estudo e professor assistente da Escola de Engenharia Química e Biomolecular do Instituto de Tecnologia da Georgia, nos Estados Unidos, conta que o objetivo da equipe foi aprimorar a perda auditiva relacionada à idade, pensando em seus avós que passaram pela situação. Para isso, foi preciso dispensar os processadores de sinal digital para dar lugar a filtros eletrônicos simples, que seriam os responsáveis pelo ajuste da resposta de frequência.

<em>Saad Bhamla (Imagem: Reprodução/Craig Bromley)</em>
Saad Bhamla (Imagem: Reprodução/Craig Bromley)

"Adotar um padrão como a resposta linear de ganho e modelá-lo usando filtros reduz drasticamente o custo e os esforços necessários para a programação", explica o autor líder do estudo, Soham Sinha, também aluno de PhD na Universidade de Stanford. O dispositivo é feito com impressão 3D, com bateria simples com o formato de uma pequena moeda, e não é tão discreto assim, mas nada que não pode ser aprimorado.

Vinaya Manchaiah, um dos pesquisadores envolvidos no estudo e professor de ciências da fala e audição na Universidade Lamar, no Texas, diz que o novo aparelho auditivo é "como comprar um carro simples em vez de um carro de luxo", cumprindo o seu papel mesmo assim.

<em>Imagem: Reprodução/M. Saad Bhamla </em>
Imagem: Reprodução/M. Saad Bhamla

"Quando falamos em aparelhos auditivos, até mesmo os de baixa tecnologia têm preços altos para pacientes de todos os lugares do mundo. Podemos não precisar ou ter a melhor tecnologia, ou o melhor dispositivo, para oferecer um bom valor e experiência em audição", conta Manchaiah.

O próximo passo dos pesquisadores é tornar o aparelho mais minimalista, o que elevaria os custos para US$ 7, mas ainda assim sendo muito mais acessível que os aparelhos tradicionais.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: