Mercado fechado

As cidades que oferecem mais emprego e os melhores salários

SÃO PAULO - Enquanto São Paulo e Rio de Janeiro têm as menores taxas de candidatos por vagas, Recife é a cidade mais difícil para se encontrar um emprego no Brasil. A relação candidatos por vagas nas cidades da região Sudeste é de 13, sendo que na capital pernambucana, é de 110. Segundo o site de buscas Adzuna.com.br, empresas abriram mais de 200 mil vagas pelo Brasil. Mas, onde e em que setores elas se encontram?

O levantamento aponta que a região Sudeste está contratando mais - inclusive, pagando melhor. Confira abaixo a relação candidatos por vagas e o total de oportunidades das cidades pesquisadas:

Cidades Número de vagas por candidatos Total de vagas
*Adzuna.com.br
Recife (PE) 110 991
Salvador (BA) 100 1.513
Belo Horizonte (MG) 22 5.281
Porto Alegre (RS) 17 4.657
São Paulo (SP) 15 45.687
Rio de Janeiro (RJ) 13 20.807

Os salários
Segundo o estudo, profissionais do setor de Mineração devem prestar atenção em Belo Horizonte, onde o salário médio do setor é de R$ 3.987 por mês - 45% superior à média nacional. Já a capital do Espírito Santo, Vitória, é uma boa região para empregos ligados ao setor de Petróleo e Gás, apontou o estudo.

A média de salários anunciados permaneceu estável este ano, informou a Adzuna. Salários em cidades como Brasília, Fortaleza e Campinas têm mostrado novas oportunidades para os profissionais de fora do eixo RJ-SP, com salário médio em torno de R$ 2.580 por mês.

Por outro lado, Joinville, Curitiba e Guarulhos estão entre os salários mais baixos anunciados no Brasil, em torno de R$ 1.695 ao mês. Confira a média salarial das cidades pesquisadas:

Cidades Médias salariais (por mês)
*Adzuna.com.br
Brasília (DF) 3.135
Fortaleza (CE) 2.473
Rio de Janeiro (RJ) 2.210
Campinas (SP) 2.127
São Paulo (SP) 2.094
Caxias do Sul (RS) 1.889
Porto Alegre (RS) 1.795
Guarulhos (SP) 1.780
Curitiba (PR) 1.695
Joinville (SC) 1.608

Setores aquecidos
O Brasil possui o maior mercado de internet na América Latina, com mais de 78 milhões de pessoas on-line. No ano passado, informou a pesquisa, houve mais de 180 mil empregos criados no setor de TI (Tecnologia da Informação), com um salário médio de R$ 3.379 por mês - 64% superior ao salário médio nacional.

Construção e a área Financeira são os principais setores de contratação a nível nacional, com mais de 130 mil empregos anunciados em 2013. O maior crescimento no número de vagas de emprego pode ser visto nos setores de TI, Engenharia e de Saúde, apresentando cerca de 20 mil novas oportunidades de trabalho por mês.

Em relação à sua população, Rio de Janeiro é a principal cidade do País em termos de recrutamento para TI e Vendas. Por outro lado, oferece poucas oportunidades para assistentes de Varejo e trabalhos de estocagem de bens.

Ainda de acordo com o levantamento, São Paulo encabeça a lista para Finanças e empregos em Catering (que promove serviços alimentares em lugares remotos). Fortaleza é forte para vagas em Vendas e no ramo industrial, enquanto que Porto Alegre e Curitiba são fortes em TI, Vendas e cargos administrativos.