Mercado fechado
  • BOVESPA

    118.811,74
    +1.141,84 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.352,18
    -275,49 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,63
    -0,07 (-0,12%)
     
  • OURO

    1.732,60
    -0,10 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    60.003,14
    +229,98 (+0,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.288,55
    -6,03 (-0,47%)
     
  • S&P500

    4.127,99
    -0,81 (-0,02%)
     
  • DOW JONES

    33.745,40
    -55,20 (-0,16%)
     
  • FTSE

    6.889,12
    -26,63 (-0,39%)
     
  • HANG SENG

    28.453,28
    -245,52 (-0,86%)
     
  • NIKKEI

    29.538,73
    -229,33 (-0,77%)
     
  • NASDAQ

    13.824,75
    -4,75 (-0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,8302
    +0,0660 (+0,98%)
     

Cianorte vence Athletico-PR na partida de estreia do Campeonato Paranaense

Futebol Latino
·3 minuto de leitura


No estádio Albino Turbay, o Cianorte venceu o Athletico-PR pelo placar de 1 a 0, em partida que abriu a edição 2021 do Campeonato Paranaense. O gol foi marcado de cabeça pelo oportunista atacante Wilson Junior.

Na próxima rodada, o Cianorte enfrenta o Rio Branco-PR, no estádio Estradinha, dia 03 de março. Já o Athletico-PR recebe o Operário-PR, na Arena da Baixada, dia 04 de março.

A partida

ATHLETICO-PR VAI PARA CIMA, MAS CIANORTE SEGURA A PRESSÃO
Os primeiros minutos foram de pressão intensa do Furacão. Foram três chegadas do time comandado pelo técnico Antônio Oliveira, mas a falta de pontaria e a defesa do Cianorte não deixaram o gol sair. O Leão do Vale chegou uma vez só no ataque em de chute de Gabriel Calabres.

LEÃO DO VALE PASSA A CONTROLAR O JOGO E VAI PARA CIMA DO FURACÃO
A partir dos 20 minutos da etapa inicial, o Cianorte passou a controlar o jogo e fazer uma intensa pressão no time do Athletico-PR. O atacante Wilson Junior teve duas chances claras para marcar, mas ele acabou errando o alvo. Enquanto isso, o Furacão mostrava grande dificuldade em criar oportunidades de perigo.

EQUILÍBRIO NA VOLTA DO INTERVALO
No segundo tempo, cada time teve uma boa chance para marcar. O Cianorte Assustou aos 3 minutos, após cruzamento de Rael, Pachu desviou, e Maurício não conseguiu finalizar. O Athletico-PR respondeu no minuto seguinte, quando Denner chegou na linha de fundo e bateu cruzado, mas a bola foi na rede pelo lado de fora.

FURACÃO MOSTRA DIFICULDADE EM CRIAR E LEÃO APROVEITA PARA ABRIR O PLACAR
O tempo passava e o Athletico-PR, assim como no primeiro tempo, voltava a mostrar dificuldade em criar chances perigosas. O Cianorte se aproveitou disso e logo abriu o marcador. Gabriel Calabres cobrou escanteio, o goleiro Bento não conseguiu afastar o perigo, e Wilson Junior mostrou oportunismo para cabecear a bola para o fundo das redes: 1 a 0 para o Leão do Vale, aos 18 minutos da etapa complementar.

ATHLETICO-PR VAI PARA CIMA, MAS NÃO CONSEGUE O EMPATE
Em desvantagem no placar, o Furacão foi com tudo para cima do Cianorte. Mas a falta de criatividade, o número grande de erros cometidos pela equipe no campo de ataque e a forte marcação do sistema defensivo do Leão da Ilha impediram que o Athletico-PR chegasse ao empate. Pelo contrário, no final da partida o time do Cianorte ainda quase marcou o segundo, mas Bento fez ótima defesa.





CIANORTE 1 X 0 ATHLETICO-PR
Local: Albino Turbay, Cianorte (PR)
Data-Hora: 27/2/2021 – 17h15
Árbitro: Paulo Roberto Alves Jr. (PR)
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
Público/renda: pagantes/R$
Cartões amarelos: Eduardo Doma, Gabriel Calabres (CIA), Edu (ATH)
Cartões vermelhos:
Gol: Wilson Junior (18/2ºT)

CIANORTE: Bruno Pianissolla; Michel, Eduardo Doma, Maurício e Rael; Zé Vitor, Morelli e Gabriel Calabres; Grafite (Pachu, intervalo), Buba (Ynaiã, aos 47/2ºT), Wilson Júnior (Tales, aos 25/2ºT). Técnico: João Burse.

ATHLETICO-PR: Bento; Khellven, Edu, Lucas Halter e Jáderson; Luan Patrick (Ramon, aos 25/2ºT), Denner e Matheus Anjos (Vinicius Mingotti, aos 09/2ºT); Jajá (Yago, intervalo), Reinaldo (Julimar, aos 33/2ºT) e Bissoli (Elias Carioca, aos 33/2ºT). Técnico: Antônio Oliveira.