Mercado abrirá em 3 h 57 min

Chuvas no Espírito Santo deixam dois mortos e tiram 600 pessoas de casa

Chuva causa alagamento na cidade de Viana (ES), nesta sexta-feira (15). (Foto: Gilson Borba/Futura Press)

As chuvas no Espírito Santo deixaram dois mortos, 12 feridos e 664 pessoas fora de casa, segundo a Defesa Civil. Dez cidades do estado capixaba tem registro de desabrigados ou desalojados. São elas: Alegre, Vitória, Vila Velha, Cariacica, Santa Leopoldina, Piúma, Viana, Domingos Martins, Marechal Floriano e Bom Jesus do Norte. 

A última vítima fatal foi encontrada na manhã desta sexta-feira, no bairro Novo Horizonte, em Cariacica. De acordo com a Defesa Civil, um homem ainda não identificado foi achado dentro de uma casa em uma área alagada. As autoridades informaram que a perícia no local e a necrópsia preliminar indicaram que a causa da morte foi por afogamento.

Leia também

A outra vítima também era um homem, que morreu após um desabamento causado pelo temporal em Santa Leopoldina. Ele foi identificado como Fabrício Caus, de acordo com o site G1. A mulher e o filho da vítima também estavam sob os escombros da casa que desabou, mas conseguiram ser resgatados e levados para um hospital particular da capital.

A Defesa Civil informou que há 354 desalojados, que precisaram ir para casa de parentes e amigos por causa das chuvas que começaram na última segunda-feira, e 310 desabrigados, que estão em abrigos públicos. O município com maior número de pessoas fora de casa é Viana, na Região Metropolitana de Vitória: 234. A cidade decretou situação de emergência, assim como Cariacica e Alegre.

Cinco crianças e quatro adultos foram resgatados de uma área inundada em Novo Horizonte, em Cariacica — mesmo bairro em que uma das vítimas fatais das chuvas foi encontrado nesta sexta-feira. As pessoas estavam ilhadas numa região residencial. O Corpo de Bombeiros utilizou um helicóptero para fazer o resgate.