Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.247,15
    -2.542,18 (-2,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.394,03
    -1.070,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,11
    -1,48 (-1,35%)
     
  • OURO

    1.814,60
    -1,30 (-0,07%)
     
  • BTC-USD

    28.755,38
    -1.708,50 (-5,61%)
     
  • CMC Crypto 200

    640,53
    -30,14 (-4,49%)
     
  • S&P500

    3.923,68
    -165,17 (-4,04%)
     
  • DOW JONES

    31.490,07
    -1.164,52 (-3,57%)
     
  • FTSE

    7.438,09
    -80,26 (-1,07%)
     
  • HANG SENG

    20.644,28
    +41,76 (+0,20%)
     
  • NIKKEI

    26.911,20
    +251,45 (+0,94%)
     
  • NASDAQ

    11.832,25
    -103,25 (-0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2231
    +0,0048 (+0,09%)
     

Chuva de meteoros Líridas atinge o pico no feriado; saiba como ver

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·4 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A chuva de meteoros Líridas, a primeira do ano, atingirá seu pico na madrugada do dia 22, quinta-feira. Embora seja uma chuva de média intensidade, pode surpreender com uma taxa de 10 a 12 “estrelas cadentes” por hora, de acordo com as previsões, dependendo da sua localização e condições climáticas.

Sobre a chuva de meteoros Líridas

A Líridas é formada por pó e detritos que se desprendem do cometa Thatcher, que passa pela órbita da Terra uma vez a cada 415 anos. Quando nosso planeta atravessa o rastro desse cometa, os fragmentos deixados para trás acabam passando pela nossa atmosfera.

Quando o cometa Thatcher circula o Sol, deixa uma trilha de poeira detritos que entram na atmosfera terrestre (Imagem: Reprodução/Bob King)
Quando o cometa Thatcher circula o Sol, deixa uma trilha de poeira detritos que entram na atmosfera terrestre (Imagem: Reprodução/Bob King)

Quando caem na Terra, os detritos se queimam por causa do atrito e aparecem no céu na forma daquilo que chamamos de “estrelas cadentes”. Antes de terem uma oportunidade de atingir o solo, os meteoros são vaporizados e desaparecem no ar.

Existem registros muito antigos da Líridas, como trechos do livro chinês de crônicas Zuo Zhuan, do ano de 687 a.C. Também há um registro de astrônomos chineses de que, no ano 15 a.C., a Líridas foi um evento impressionante, talvez porque essa chuva pode apresentar o que os astrônomos chamam de “outburst”, ou seja, uma hiperatividade momentânea de fluxo de meteoros entrando na atmosfera.

Em 1982, os observadores estadunidenses viram um outburst de quase 100 meteoros por hora. Infelizmente, não há previsão de um outburst neste ano, mas esses eventos costumam ser um tanto imprevisíveis. Além disso, cerca de um quarto dos meteoros líridas deixam trilhas persistentes, ou seja, riscos luminosos longos que duram alguns momentos.

Como observar a chuva de meteoros Líridas

O radiante da chuva de meteoros líridas estará sobre o horizonte em direção ao Norte, perto da estrela Vega. Esta configuração representa o céu da madrugada de 22 de abril, às 3h00 (Imagem: Reprodução/Stellarium)
O radiante da chuva de meteoros líridas estará sobre o horizonte em direção ao Norte, perto da estrela Vega. Esta configuração representa o céu da madrugada de 22 de abril, às 3h00 (Imagem: Reprodução/Stellarium)

Como em todos os anos, a chuva dos Líridas começa timidamente no dia 14 e vai até o dia 30 de abril. Contudo, os dias mais interessantes para assistir ao espetáculo celeste são os chamados “picos”, ou seja, o momento em que a taxa de objetos chega ao máximo.

Os picos costumam durar apenas uma madrugada, mas no caso da Líridas vale a pena tentar observar também na noite seguinte. Para isso, basta procurar um local livre de poluição luminosa e de nebulosidade, como as áreas mais afastadas dos grandes centros urbanos.

Na impossibilidade de se locomover para longe da cidade, você também pode tentar a sorte em seu próprio quintal, desde que seja paciente e possa contar com algo confortável, como uma cadeira de praia.

Não será necessário utilizar instrumentos — na verdade, qualquer ampliação por meio de binóculos ou telescópios reduzirá drasticamente suas chances de encontrar um meteoro. Por outro lado, se deseja capturar algumas imagens, deixe seu equipamento preparado com antecedência.

Embora o pico comece à 1h00, o melhor horário para começar suas observações é a partir das 3h00, pois é quando o radiante — a constelação de Lira — estará um pouco mais acima do horizonte, aproximando-se dos 30°. Quanto mais alto no céu estiver o radiante, maiores serão as chances de observar os meteoros.

Um meteoro Lírida capturado por uma câmera em 2015 (Imagem: Reprodução/Centro de Voo Espacial Marshall)
Um meteoro Lírida capturado por uma câmera em 2015 (Imagem: Reprodução/Centro de Voo Espacial Marshall)

A previsão é de uma taxa horária zenital — ZHR, que indica o número de meteoros por hora em excelentes condições, caso o radiante esteja no zênite — de 12 meteoros. Portanto, abaixo dos 30° na grade azimutal, podemos esperar por uma taxa abaixo de 10. Ainda assim, esperar por meteoros em uma noite tranquila de feriado é uma ótima experiência para entusiastas da astronomia.

Um aliado da observação será a estrela Vega, um dos objetos mais brilhantes do céu. Assim que ela estiver um pouco acima do horizonte, já existirá chance de ver algum meteoro. Ela surgirá em direção ao Nordeste e percorrerá rumo à direção Norte. Não é crucial olhar para o radiante, pois os meteoros podem aparecer em qualquer lugar no céu — o radiante é apenas uma referência de onde os objetos parecem vir.

Evite utilizar iluminação artificial durante a observação: ela fechará suas pupilas, atrapalhando sua visão no escuro. Caso precise usar seu celular, por exemplo, opte pelo modo de leitura para eliminar a luz azul. Aproveite para observar também o alinhamento planetário entre Vênus, Marte, Júpiter e Saturno, que já está acontecendo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos