Chuva eleva nível de água de reservatórios, diz ministro

As chuvas intensas que caíram nos últimos dias ajudaram a aumentar o nível dos reservatórios das usinas hidrelétricas das Regiões Sudeste, Centro-Oeste e Norte e afastaram a possibilidade de um racionamento de energia no País, afirmou ao jornal O Estado de S. Paulo o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. Também houve um crescimento no nível dos reservatórios da Região Sul, embora em menor intensidade.

Dados atualizados pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) mostram um aumento da vazão de águas em algumas das principais usinas hidrelétricas do País. Segundo Lobão, o reservatório de Furnas aumentou de 12,3% no dia 7 de janeiro para 18,4% no dia 15; o de Barra Bonita, de 69,5% para 80,8%; Tucuruí, de 25,3% para 29,4%; Itumbiara, de 9,3% para 12,9%; e o de Marimbondo, de 20,7% para 25,8%.

"Não há, nem nunca houve, nenhum risco real de desabastecimento", disse o ministro. O nível de água nos reservatórios da Região Sudeste/Centro-Oeste aumentou para 31% de seu armazenamento máximo; o do Nordeste chegou a 30%; na Região Norte, 43%; e no Sul, a 49,5%.

Informações das instituições de clima e tempo CPTEC/Inpe, Inmet e Cemaden repassadas ao Ministério de Minas e Energia indicam que a previsão de chuvas para os próximos dias é favorável. Segundo o ministro, as térmicas serão desligadas na medida em que isso se confirmar. "Vai chover cada vez mais. Até o fim do período úmido, estaremos com alguns dos reservatórios em plena carga e outros bastante abastecidos", afirmou Lobão. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Carregando...