Mercado fechará em 17 mins
  • BOVESPA

    111.236,49
    -2.194,05 (-1,93%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.644,12
    +79,85 (+0,15%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,51
    -2,36 (-2,99%)
     
  • OURO

    1.943,50
    -1,80 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    23.067,03
    -77,15 (-0,33%)
     
  • CMC Crypto 200

    521,83
    +279,15 (+115,03%)
     
  • S&P500

    4.060,34
    -16,26 (-0,40%)
     
  • DOW JONES

    33.783,29
    -302,75 (-0,89%)
     
  • FTSE

    7.761,11
    -10,59 (-0,14%)
     
  • HANG SENG

    22.072,18
    +229,85 (+1,05%)
     
  • NIKKEI

    27.346,88
    +19,77 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.147,75
    -4,25 (-0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5523
    +0,0367 (+0,67%)
     

Chrome tem data marcada para fim do suporte a duas versões do Windows

O navegador Google Chrome terá suas atualizações interrompidas em versões mais antigas do Windows. Os computadores rodando o Windows 7 e Windows 8.1 não receberão mais as constantes melhorias do programa já a partir do Chrome 110, previsto para o dia 7 de fevereiro de 2023.

Essa mudança não é uma surpresa, já que o Google havia anunciado o fim do suporte em outubro de 2022. As versões futuras serão projetados para rodar no Windows 10 ou superior, garantindo a compatibilidade com recursos mais recentes da Microsoft.

Quem o Windows 7 e 8.1 não receberá mais atualizações do Chrome em fevereiro (Imagem: Rodrigo Folter/Canaltech)
Quem o Windows 7 e 8.1 não receberá mais atualizações do Chrome em fevereiro (Imagem: Rodrigo Folter/Canaltech)

A notícia pode não agradar quem possui computadores de mesa e notebooks mais antigos, que ainda utilizam um sistema mais antigo devido à falta de recursos das máquinas. Essas pessoas terão três opções a partir de agora:

  1. atualizar para o Windows 10 ou Windows 11;

  2. se conformar com o Chrome sem atualizações; ou

  3. trocar de navegador.

Apesar do fim do suporte, o navegador continuará funcionando nos sistemas operacionais mais antigos, portanto ainda será possível mantê-lo como padrão por tempo indeterminado. O maior problema está na falta de segurança: sem as atualizações constantes, brechas do programa ficam abertas e podem ser usadas por criminosos. Além disso, sem updates, novos recursos da web podem se tornar incompatíveis com o Chrome defasado e a qualquer momento ele pode se tornar inutilizável.

Chrome dá adeus ao Windows 7 e Windows 8

A decisão já estava tomada há pelo menos dois anos, quando o Google marcou a data final para junho de 2021. Após os apelos dos usuários, a companhia adiou duas vezes o fim do suporte do Chrome — a primeira vez foi para janeiro de 2022 e depois para fevereiro de 2023.

O Windows 7 e Windows 8 têm juntos mais de 13% do mercado de usuários em PCs. Embora estejam bastante datados, muitas máquinas ainda os executam no mundo inteiro, por isso existia essa cautela do Google com o Chrome.

Mas agora não tem deve ter mais volta, afinal até a própria Microsoft vai encerrar as atualizações de segurança para os dois sistemas. No caso da fabricante, o prazo final é 10 de janeiro de 2023.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: