Mercado abrirá em 9 h 48 min
  • BOVESPA

    112.282,28
    +2.032,55 (+1,84%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.338,34
    +510,21 (+1,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,38
    +0,15 (+0,21%)
     
  • OURO

    1.762,60
    -16,20 (-0,91%)
     
  • BTC-USD

    43.694,00
    +1.447,79 (+3,43%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.096,63
    +56,15 (+5,40%)
     
  • S&P500

    4.395,64
    +41,45 (+0,95%)
     
  • DOW JONES

    34.258,32
    +338,48 (+1,00%)
     
  • FTSE

    7.083,37
    +102,39 (+1,47%)
     
  • HANG SENG

    24.514,80
    +293,26 (+1,21%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.193,75
    +30,25 (+0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2131
    +0,0043 (+0,07%)
     

Chrome prepara novo recurso para incrementar gerenciamento de grupos de abas

·2 minuto de leitura

O Google desenvolve uma nova maneira de armazenar as guias salvas no Chrome. A mais recente adição da versão de testes navegador indica que, em breve, será possível salvar grupos de guias abertas para acessá-las com facilidade posteriormente.

Como sempre, o recurso chega primeiro no Chrome Canary (versão 95). A função apareceu como recurso experimental do menu chrome://flags e “permite que usuários claramente salvem e recuperem grupos de abas”, conforme explica sua descrição.

A opção "Salvar grupo" aparece assim que o recurso experimental é habilitado no Chrome Canary (Captura: Igor Almenara/Canaltech)
A opção "Salvar grupo" aparece assim que o recurso experimental é habilitado no Chrome Canary (Captura: Igor Almenara/Canaltech)

Quando é habilitada, a ferramenta adiciona uma nova opção no menu de contexto (botão direito do mouse) de um grupo de guias existente no computador. “Salvar grupo”, pelo que o nome sugere, implica em armazenar os endereços que estão naquele agrupamento, mas nada faz na atual versão do Chrome Canary.

Por enquanto, não existe o botão para recuperar guias salvas, tampouco o navegador guarda as páginas assim que uma nova instância é aberta. Sendo assim, o recurso não parece funcionar como o esperado — o que já era previsto para uma versão de testes, vale ressaltar.

Testar por si mesmo, portanto, não vale de muita coisa. Contudo, se essa for a sua vontade, é necessário ter o Chrome Canary atualizado na versão 95 (ou superior), acessar o menu chrome://flags e pesquisar pela função #tab-groups-save. Assim que for ativada, será necessário reinicializar o navegador e, depois disso, a opção de “salvar grupo” já deve aparecer no app.

A função pode ser encontrada rapidamente ao pesquisar #tab-groups-save na barra de busca do menu chrome://flags (Captura: Igor Almenara/Canaltech)
A função pode ser encontrada rapidamente ao pesquisar #tab-groups-save na barra de busca do menu chrome://flags (Captura: Igor Almenara/Canaltech)

Melhoria sutil na experiência

Atualmente, de certa forma, o Chrome já permite salvar guias para acesso posterior, mas isso não acontece de forma evidente. Se o usuário configurar para continuar a navegação exatamente de onde parou e lembrar-se de não fechar guias uma a uma, tudo que fez anteriormente será preservado, mas sem qualquer indicativo visual de que a atividade está salva.

Então, adicionar o armazenamento de guias é mais um ajuste na qualidade da experiência do utilizador com o navegador. Mesmo sem a função de continuar a navegação de onde parou, o usuário pode manualmente registrar um grupo inteiro de guias para consultar posteriormente, e fazer o processo manualmente ajuda a dar aquela segurança de que está tudo salvo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos