Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    58.069,91
    +293,11 (+0,51%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,28 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,23 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

Chrome prepara novidade que muda totalmente o acesso ao histórico de navegação

Igor Almenara
·2 minuto de leitura

Você já deve conhecer o “histórico rápido” do Chrome, aquele disponível no menu de sobreposição estacionado no canto superior esquerdo e que mostra quais os últimos endereços acessados rapidamente. Mesmo que já esteja numa versão satisfatória e cumprindo sua missão, o Google parece querer melhorá-lo com as novas “Memórias”.

Trata-se de um menu inteiro dedicado exclusivamente a apresentação das páginas acessadas mais recentemente em ordem cronológica, mas com alguns extras. Diferente do menu simples da sobreposição do navegador, o “Memórias” (ou “Memories”, em inglês) agrega todos os links visitados recentemente abaixo de uma barra de pesquisa para palavras-chave e cartões maiores que abrigam os links favoritados ou agrupados.

A pesquisa, por sua vez, é um meio para encontrar sites rapidamente através do título das páginas. Isso se torna útil quando, por exemplo, você não se lembra exatamente em qual portal de notícias leu algum artigo ou precisa reunir rapidamente toda a sua passagem pelo Canaltech para acessar algo que leu no dia anterior.

Ao pesquisar por "Memories" no menu flags, o recurso aparece no topo. (Imagem: Reprodução/TechDows)
Ao pesquisar por "Memories" no menu flags, o recurso aparece no topo. (Imagem: Reprodução/TechDows)

É uma baita reforma no menu que antes se limitava a apresentar links de forma breve e, talvez, seja uma alternativa mais interessante do que mergulhar no histórico de navegação da sua forma mais crua para conseguir acessar uma página anteriormente visitada. Na versão atual, o “Memórias” tem muito a melhorar, como com a inclusão da pré-visualização da página nos cartões em destaque e, logicamente, melhor indicação sobre sua finalidade.

Neste momento, o recurso está disponível somente no Chrome 92 na distribuição Canary, um dos canais de teste do navegador, escondido no menu chrome://flags — página dedicada as ferramentas em fase experimental. Ainda que seja habilitado, é preciso digitar o endereço chrome://memories na barra superior para finalmente encontrá-la.

(Imagem: Reprodução/TechDows)
(Imagem: Reprodução/TechDows)

O acesso complicado sinaliza que o "Memórias" ainda está nas primeiras fases de disponibilidade e que o Google deve estudar a melhor posição para encaixá-lo. Logicamente, não há previsão para a sua chegada — e pode nem ser no próprio Chrome 92. A descrição do flags menciona que o recurso chegará para o browser para Windows 10, macOS, Android e Linux.

Agora, resta aguardar pelas próximas atualizações na versão de testes do navegador para observar a implementação de melhorias.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: