Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,88 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,40 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,35
    +0,07 (+0,06%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,00 (+0,16%)
     
  • BTC-USD

    29.924,32
    +528,10 (+1,80%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,80 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,54 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,23 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -2,75 (-0,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1531
    -0,0657 (-1,26%)
     

Chrome para PC testa ferramenta de captura de tela com editor embutido

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Google Chrome pode enfim receber um editor de capturas de tela nativo. Na mais recente atualização do Chrome Canary, uma das versões de teste do navegador, a ferramenta foi implementada como um recurso experimental no menu chrome://flags e permite modificar prints com recursos básicos, tais como recorte, marcadores, figuras e desenhos.

A adição sinaliza que, apesar de estar no topo, o Google se atenta às melhorias implementadas por concorrentes: tanto o Firefox quanto o Edge, dois dos principais rivais do segmento, possuem uma ferramenta de prints nativa. A adição, embora possa ser redundante com funcionalidades do sistema operacional, favorecem a usabilidade do programa e tornam a criação de capturas mais prática.

A ferramenta de captura do Chrome é mais robusta que a dos concorrentes, mas ainda serve apenas para fazer ajustes finos (Imagem: Reprodução/Leopeva64-2)
A ferramenta de captura do Chrome é mais robusta que a dos concorrentes, mas ainda serve apenas para fazer ajustes finos (Imagem: Reprodução/Leopeva64-2)

A primeira vez em que esse recurso apareceu foi há 10 meses, segundo o informante Leopeva64-2, também responsável pela descoberta da vez. Naquela época, porém, a opção ainda não funcionava de forma apropriada e, mês a mês, o Google demonstrou que ainda o desenvolvia.

Captura de tela nativa do Chrome

Diferente da concorrência, a ferramenta de edição de capturas do Chrome é bem robusta. Com ela é possível adicionar figuras geométricas, setas, fazer desenhos, colocar texto, recortar e até inserir emojis. Não é uma gama de opções tão vasta quanto um editor de imagens completo, mas é útil para fazer modificações discretas antes de enviar um arquivo — e certamente é mais versátil do que a função encontrada no Windows 10 e no Windows 11.

(Imagem: Reprodução/Leopeva64-2)
(Imagem: Reprodução/Leopeva64-2)

Quando ativada, a ferramenta de captura fica disponível no menu “Compartilhar”, posicionado no canto superior direito da Omnibox do Chrome. Dali, é só clicar em “Captura de tela” para tirar print da tela e depois em “Editar”, se for necessário fazer modificações.

Ainda em testes

Pelo que sugere a descrição de Leopeva64-2, o recurso está na versão mais recente do Chrome — portanto, de número 103. Para ativar, é necessário habilitar as funções #sharing-desktop-screenshots e #sharing-desktop-screenshots-edit no menu chrome://flags e reiniciar o navegador.

Naturalmente, por ainda ser um recurso experimental, podem acontecer bugs com mais frequência do que o normal — então, esteja pronto para isso caso esteja interessado em testar. Atualmente, a versão estável do Chrome está na compilação de número 101, portanto esse recurso deve ser liberado para todos em, pelo menos, dois meses.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos