Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,46 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -10,90 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    35.307,16
    -440,57 (-1,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    888,52
    -51,42 (-5,47%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.017,80
    -138,50 (-0,98%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0361
    +0,0736 (+1,23%)
     

Chrome 91 chega com muitas novidades e capaz de melhorar a produtividade na web

·2 minuto de leitura

O navegador Chrome e o sistema operacional ChromeOS foram atualizados para a versão 91, e isso trouxe uma série de novos recursos para aprimorar a experiência do usuário nas plataformas. Muitas das adições já estavam disponíveis nos Chromebooks, mas agora também chegam aos usuários do browser, independentemente de qual sistema operacional utilizam.

A principal delas é o suporte oficial a programas de Linux no ChromeOS, o que deve ampliar consideravelmente as opções de quem utiliza o sistema do Google para notebooks. Apesar de ser construído em código aberto, o SO tinha uma arquitetura um pouco diferente, o que gerava incompatibilidades entre apps. Além disso, o DNS over HTTPS agora está disponível no Linux, após debutar no Android e outros navegadores no ano passado.

O Google trouxe ainda diversas correções de segurança para evitar vulnerabilidades em todas as plataformas: Windows, macOS, Linux e ChromeOS. Outra adição foi o aprimoramento da integração dos aplicativos web com o ecossistema da companhia, no intuito de permitir uma usabilidade melhor sem depender de instalações no seu computador.

(Imagem: Reprodução/9to5Google)
(Imagem: Reprodução/9to5Google)

Esses apps integrados agora podem iniciar automaticamente assim que o login for feito no navegador. Para isso, basta configurá-lo com o clique do botão direito do mouse no ícone correspondente. Isso é bacana para evitar a incrivelmente chata rotina de abrir um a um os web apps usados na rotina. Se a opção ainda não estiver disponível via menu (ela pode levar até alguns dias para chegar a todos), dá para forçar a inicialização por meio do seguinte comando na barra de endereços: chrome://flags/#enable-desktop-pwas-run-on-os-login.

Outro recurso bastante útil na produtividade cotidiana é a capacidade de copiar e colar arquivos locais em uma página da web, como no e-mail. Em vez de arrastar ou usar a função correspondente de anexar arquivos, você poderá simplesmente usar o bom e velho CTRL+C e CTRL+V para levá-los ao corpo da mensagem. Isso, por enquanto, não está habilitado por padrão, mas pode ser ativado ao digitar o seguinte comando: chrome://flags/#clipboard-filenames.

(Imagem: Captura de tela/Canaltech)
(Imagem: Captura de tela/Canaltech)

RSS, pesquisa for guias fechadas e páginas desktop em tablets

O Chrome 91 resolveu ressuscitar um leitor de RSS semelhante ao Google Reader. Uma opção no menu agora permite seguir todas as novidades de um site: todo conteúdo recente será exibido em uma seção chamada “Seguido” quando uma guia nova for aberta.

O Chrome para Android ganhou a opção de exibir páginas da web no formato desktop por padrão em tablets. A pesquisa por guias, inclusive as fechadas, finalmente chegou como um ícone clicável para garantir uma busca mais eficaz.

Para ter acesso a todas essas novidades, é preciso atualizar o seu navegador. Basta clicar no ícone dos três pontos, selecionar “Ajuda” e depois ir até “Sobre o Google Chrome”, onde deve ser exibida a nova versão para download.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos