Mercado fechado

Christopher Nolan comprou e explodiu um avião inteiro nas gravações de novo filme

Christopher Nolan comprou e explodiu um avião inteiro nas gravações de Tenet (reprodução)

Christopher Nolan tem levado cada vez mais a sério a ideia de criar filmes realistas. Em entrevista à Totalfilm, o diretor revelou que recusou o uso da tecnologia e acabou comprando e explodindo um Boeing 747 para as filmagens de Tenet, seu mais novo longa.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

“Nós analisamos os números. Ficou claro que seria muito mais eficiente comprar um avião de tamanho real e filmar a cena do que usar computação gráfica", explicou o diretor.

Leia também

Atualmente, a aeronave está custando US$ 418.4 milhões (R$ 2,2 bilhões, na conversão atual) no mercado. Ainda que imaginemos que o diretor tenha conseguido um bom desconto no negócio, ele admite que a compra foi "impulsiva".

“Mas nós conseguimos, funcionou muito bem. Foi muito legal fazer parte de algo assim.”, opinou Nolan, que teve como cúmplices o supervisor de efeitos especiais Scott Fisher e o designer de produção Nathan Crowley.

Em entrevista à mesma publicação, o protagonista Robert Pattinson afirmou que as gravações com um avião real foram divertidas. "É tão ousado ao ponto do ridículo ... Lembro que, quando filmamos, pensei: 'quantas vezes mais isso vai acontecer em um filme?'", contou.

Mostrando uma organização capaz de inverter o fluxo do tempo, Tenet ainda conta com John David Washington (Infiltrado na Klan) como um dos rostos principais da trama. Apesar do novo coronavírus, Christopher Nolan pretende lançar o filme nos cinemas mundiais em julho deste ano.

Confira o trailer:


Siga o Yahoo Vida e Estilo no
Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.