Mercado fechado

Christina Ricci acusa marido de agressões e consegue medida protetiva contra ele

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Conhecida por sua atuação no filme "A Família Addams", a atriz Christina Ricci entrou com um pedido de ordem de restrição de violência doméstica contra seu ex-marido, o produtor James Heerdegen, de quem se separou em julho de 2020. De acordo com o site da revista People, um juiz atendeu ao pedido de Ricci pela ordem de restrição, e Heerdegen deve ficar a cem metros dela. O produtor também perde o direito de visitar seu filho Freddie, 6, e o cachorro da família. A alegação da atriz é que ela teria sido abusada física e emocionalmente por Heerdegen inclusive na frente do menino. O primeiro teria ocorrido em 2013 após saber da gravidez. Ao TMZ, o advogado de Heerdegen negou qualquer abuso por parte de seu cliente. "Numa noite, escondi todas as facas da cabana onde estávamos. Temi por minha vida e pela vida de nosso filho. Dormi em um quarto separado com Freddie e tranquei a porta", diz ela em um trecho do documento obtido pelo TMZ. Em 2 de junho, a atriz diz que Heerdegen a perseguiu por dentro e por fora de casa enquanto tentava tirar o celular dela. "Ele agarrou meus pulsos e mãos, me arrastou e jogou meu corpo na fogueira que temos no quintal. Sofri cortes, hematomas e dor no quadril, o que ainda me causa dor hoje", comenta na declaração No mesmo mês, ele teria cuspido, gritado e jogado café e uma cadeira nela. Em seguida, ele começou a aterrorizá-la 24 horas por dia.