Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,79 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,80 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    -1,49 (-1,83%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    19.177,86
    -77,56 (-0,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,09 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,93 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,89 (-1,84%)
     
  • NASDAQ

    11.058,25
    -170,00 (-1,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3079
    +0,0099 (+0,19%)
     

Chris Rock recusa apresentar o Oscar 2023

O ator e comediante Chris Rock afirmou ter recusado um convite da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas para apresentar a cerimônia do Oscar em 2023. Segundo ele, a organização do evento o procurou para fazer a proposta após o tapa dado por Will Smith, mas ele disse ter negado a oferta e ainda comparou voltar ao palco do show como um retorno à cena de um crime.

A afirmação foi feita durante uma apresentação de stand up de Rock no estado do Arizona, nos Estados Unidos. Em tom de piada, ele comparou o convite com o julgamento de O. J. Simpson, ator e atleta americano acusado de assassinar sua ex-mulher e um amigo em 1994.

Segundo humorista, voltar à cerimônia seria como voltar à cena do crime (Imagem: Reprodução/ABC)
Segundo humorista, voltar à cerimônia seria como voltar à cena do crime (Imagem: Reprodução/ABC)

Para o comediante, aceitar o convite e voltar à cerimônia em 2023 seria como pedir para que Nicole Brown Simpson “voltasse ao restaurante”. Nicole foi morta ao retornar ao restaurante italiano onde estava para buscar seus óculos.

Além disso, Rock revelou que também recebeu propostas de empresas que queriam aproveitar o episódio do tapa com Will Smith para fazer propagandas no intervalo do Super Bowl. No entanto, ele também teria negado participar dessas ações comerciais, indicando que ele não tem interesse em monetizar o polêmico tabefe.

Segundo o jornal Arizona Central, a própria apresentação de stand up do ator abordou muito brevemente o incidente do Oscar 2022. De acordo com a publicação, Rock só tocou no assunto após a própria plateia pedir para ele falar sobre o assunto já no início do espetáculo.

O humorista ainda brincou que o tapa doeu principalmente pela diferença de tamanho entre ele e Smith. “Ele é maior do que eu. O estado de Nevada não iria aprovar uma luta entre nós”, brincou, em referência ao fato de Will Smith ter interpretado o boxeador Muhammad Ali nos cinemas.

E, apesar de deixar claro que não pretende voltar à cerimônia do Oscar tão cedo, a verdade é que não veríamos um reencontro entre Chris Rock e Will Smith em 2023 mesmo se o humorista esbofeteado aceitasse a oferta. Em abril, poucos dias depois do infame tapa, a Academia anunciou que o ator de Um Maluco no Pedaço está banido da apresentação pelos próximos 10 anos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: