Mercado fechará em 2 h 44 min

Chineses brigam por participação na Mercedes-Benz

feedback@motor1.com (Nicolas Tavares)
Daimler BAIC Corporate

Grupo BAIC quer aumentar quantidade de ações para superar Geely e conseguir uma cadeira na diretoria

Há uma disputa entre a BAIC e a Gelly para ver qual será a empresa chinesa com maior participação na Daimler, empresa dona da Mercedes-Benz. Depois que a Geely adquiriu 9,69% de ações da Daimler, agora a Reuters relata que a BAIC, que já tem 5% da companhia alemã, quer dobrar este número e ainda que conseguir um espaço na diretoria, minando o espaço da rival dentro da fabricante.

Uma fonte ligada da BAIC disse à Reuters que o objetivo tem mais a ver com a percepção do povo chinês. A fabricante estaria mais preocupada em ser vista como a parceria mais importante da Daimler na China, através da joint venture Beijing Benz. Além de ter comprado 9,69 % de ações da empresa alemã, a Geely ainda fez uma parceria para desenvolver modelos compactos.

A Geely tem grande participação da Daimler

A BAIC estaria em contato com o banco HSBC, que foi quem aconselhou a fabricante a adquirir os 5% da Daimler anteriormente. O HSBC também tem 5,23% de direito de votos nas decisões da diretoria da fabricante alemã e se recusou a comentar a respeito. Em nota, Hebertus Troska chefe da Daimler China, disse que “dá boas-vindas para investidores de longo-prazo”.

Atualmente, a Beijing Benz é responsável pela produção dos modelos Classe C, Classe E e dos SUVs GLA e GLC na China. Ainda conta com uma subsidiária chamada Fujian Benz, dedicada aos veículos comerciais como Vito, Classe V e Sprinter.

Enquanto isso, a Geely parece mais interessada em apenas ter um bom relacionamento com a Mercedes-Benz e aproveitar seu conhecimento para criar novos veículos. Quando adquiriu 9,69% das ações, Li Shufu, chairman da empresa chinesa, disse que não tinha interesse em controlar a Daimler, mesmo sendo o maior acionista, nem mesmo buscou um lugar na diretoria.