Mercado abrirá em 8 h 42 min
  • BOVESPA

    108.714,55
    +2.418,37 (+2,28%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.833,80
    -55,86 (-0,11%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,02
    +0,26 (+0,31%)
     
  • OURO

    1.805,50
    -1,30 (-0,07%)
     
  • BTC-USD

    62.759,69
    +759,14 (+1,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.509,38
    +1.266,70 (+521,96%)
     
  • S&P500

    4.566,48
    +21,58 (+0,47%)
     
  • DOW JONES

    35.741,15
    +64,13 (+0,18%)
     
  • FTSE

    7.222,82
    +18,27 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    26.088,14
    -43,89 (-0,17%)
     
  • NIKKEI

    29.100,57
    +500,16 (+1,75%)
     
  • NASDAQ

    15.569,50
    +73,75 (+0,48%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4285
    -0,0078 (-0,12%)
     

Chinesa Great Wall vai atrasar início de fabricação de carros no Brasil

·2 minuto de leitura

A Great Wall, fabricante de carros chinesa que comprou a fábrica da Mercedes-Benz em Iracemápolis, interior de São Paulo, vai demorar um pouquinho mais do que esperava para iniciar a produção em solo brasileiro. A confirmação foi dada pelo próprio diretor de planejamento de produto da marca, Anderson Suzuki: “A produção acontecerá em algum momento no primeiro trimestre de 2023, com a fábrica já realizando testes nas linhas antes disso”.

Os testes citados pelo executivo são os de pré-produção dos veículos que a linha quer disponibilizar no mercado brasileiro. A ideia da Great Wall é investir principalmente em picapes e SUVs, dois dos segmentos que mais crescem no gosto do consumidor no país — e também dois dos mais competitivos.

Apesar do atraso na efetiva produção dos carros em solo brasileiro, a estreia da Great Wall no Brasil seguirá o cronograma original. A marca vai começar a brigar por um lugar no mercado com os modelos importados da China e fará isso já no segundo semestre do ano que vem. Qual será o primeiro carro a rodar por aqui não foi confirmado, mas as apostas seguem em cima da Poer, picape média do porte da Nissan Frontier e da Toyota Hilux.

Ambientação e investimentos

Imagem: Divulgação/Great Wall Motors
Imagem: Divulgação/Great Wall Motors

Enquanto não dá início efetivamente à produção em Iracemápolis, a cúpula da Great Wall segue o trabalho de ambientação ao interior de São Paulo. A primeira parte foi a retirada de toda a identidade visual antiga da fábrica, que remetia para a Mercedes-Benz, ex-proprietária do local. Além disso, o gerente de projetos da empresa, Ives Lan, e o diretor de Recursos Humanos, Kevin Sui, visitaram o Senai de Iracemápolis, local de onde poderão sair futuros colaboradores da empresa.

Imagem: Divulgação/Great Wall
Imagem: Divulgação/Great Wall

A expectativa da Great Wall ao fechar parceria com a prefeitura da cidade foi criar 2 mil novos empregos na região, equivalente a quase 10% da população local. O pacote de investimentos beira os R$ 4 bilhões e dá à montadora chinesa o direito de usufruir do IncentivAuto.

O programa estadual voltado para o setor automotivo prevê uma série de benefícios, como os descontos de ICMS para novos projetos de veículos a serem feitos no estado. A ideia da Great Wall é vender 100 mil carros no Brasil a partir de 2025.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos