Mercado fechará em 1 h 32 min
  • BOVESPA

    110.793,00
    +120,24 (+0,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.418,58
    +15,88 (+0,03%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,61
    +0,65 (+0,78%)
     
  • OURO

    1.785,60
    +15,10 (+0,85%)
     
  • BTC-USD

    66.397,21
    +3.038,23 (+4,80%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.544,32
    +63,52 (+4,29%)
     
  • S&P500

    4.530,46
    +10,83 (+0,24%)
     
  • DOW JONES

    35.617,72
    +160,41 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.223,10
    +5,57 (+0,08%)
     
  • HANG SENG

    26.136,02
    +348,81 (+1,35%)
     
  • NIKKEI

    29.255,55
    +40,03 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    15.339,50
    -59,00 (-0,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4727
    -0,0235 (-0,36%)
     

Chinesa CNODC optou por não comprar fatia adicional em Búzios, diz Petrobras

·1 minuto de leitura
Logo da Petrobras em sede no Rio de Janeiro

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras informou nesta segunda-feira que a parceira chinesa CNODC não manifestou o interesse no exercício da opção de compra de parcela adicional de 5% no contrato de partilha de produção do excedente da cessão onerosa para o campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos.

Desta forma, após a conclusão da operação de compra de parcela adicional de 5% pela outra chinesa parceira, a CNOOC --que havia manifestado interesse de adquirir fatia adicional--, a Petrobras passará a deter 85% dos direitos de exploração e produção do volume excedente da Cessão Onerosa do campo de Búzios.

A CNOOC manifestou na semana passada interesse em pagar 2,08 bilhões de dólares pela fatia adicional no campo, um dos maiores do Brasil.

Dessa forma, a CNOOC deterá 10% e a CNODC, 5%.

Já as participações na Jazida Compartilhada de Búzios, incluindo as parcelas do contrato de cessão onerosa e do contrato de concessão BS-500 (100% Petrobras), serão de 88,99% da Petrobras, 7,34% da CNOOC e 3,67% da CNODC.

Segundo a Petrobras, o impacto dos negócios na curva de produção da Petrobras só iniciará após o fechamento da transação, não sendo esperado impacto na meta de produção de 2021.

(Por Roberto Samora)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos