Mercado abrirá em 7 h 35 min
  • BOVESPA

    108.843,74
    -2.595,62 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.557,65
    -750,06 (-1,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,10
    +0,81 (+1,15%)
     
  • OURO

    1.762,20
    -1,60 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    42.228,52
    -3.544,23 (-7,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.053,14
    -81,24 (-7,16%)
     
  • S&P500

    4.357,73
    -75,26 (-1,70%)
     
  • DOW JONES

    33.970,47
    -614,41 (-1,78%)
     
  • FTSE

    6.903,91
    -59,73 (-0,86%)
     
  • HANG SENG

    23.989,94
    -109,20 (-0,45%)
     
  • NIKKEI

    29.966,99
    -533,06 (-1,75%)
     
  • NASDAQ

    15.072,00
    +62,50 (+0,42%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2466
    +0,0019 (+0,03%)
     

China não quer companhias de games focadas apenas em ‘lucro’

·1 minuto de leitura
O governo chinês convocou as empresas de jogos, incluindo a Tencent e a Netease, para discutir uma maior supervisão da indústria e a necessidade de reduzir os lucros, o que levou a uma forte venda de ações das companhias. (VCG/VCG via Getty Images)
  • Ações caíram quase 7% durante o dia, após a divulgação da notícia

  • Governo da China está regulamentando o tempo que os jovens podem jogar online

  • Empresas apoiam o governo, mas querem mudar a regulação

O governo chinês convocou as empresas de jogos, incluindo a Tencent e a Netease, para discutir uma maior supervisão da indústria e a necessidade de reduzir os lucros, o que levou a uma forte venda de ações das companhias. A Tencent, a maior empresa de jogos do país, caiu até 6,7%, - a maior queda desde julho, enquanto a rival, Netease, caiu até 7,7%.

O Departamento de Publicidade do Comitê Central do Partido Comunista da China, a Administração Nacional de Imprensa e Publicação e duas outras agências convocaram a reunião para transmitir planos para intensificar a supervisão e começar a fiscalizar comportamentos ilegais, de acordo com a agência estatal de notícias. O governo lançou na semana passada novas regulamentações para o setor, incluindo a limitação do tempo que as crianças podem jogar videogame a três horas por semana.

A agência de notícias, Xinhua, disse às empresas que deveriam fazer cumprir os novos regulamentos e romper com “o foco solitário de buscar lucro” para evitar que menores se tornassem viciados em jogos. Eles também devem remover "conteúdo obsceno e violento" e evitar "tendências prejudiciais, como adoração ao dinheiro e efeminação".

“As autoridades ordenaram que as empresas e plataformas aumentassem a análise do conteúdo de seus jogos”, disse a Xinhua. “As plataformas também devem resistir à concorrência desleal para evitar a concentração excessiva de mercado ou mesmo monopólios no setor”.

“Acreditamos em jogos saudáveis ​​e levamos muito a sério a saúde física e mental dos menores”, disse Tencent em um comunicado. “Agradecemos a orientação e instrução dos reguladores relevantes e trabalharemos arduamente para estar em total conformidade com todas as regras relacionadas ao vício em jogos juvenis e regulamentação de conteúdo”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos