Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.720,48
    +1.438,20 (+1,28%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.408,69
    +70,35 (+0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,24
    +1,01 (+1,40%)
     
  • OURO

    1.747,00
    -31,80 (-1,79%)
     
  • BTC-USD

    44.594,11
    +1.191,04 (+2,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.117,59
    +8,67 (+0,78%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.510,98
    +289,44 (+1,19%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.311,00
    +147,50 (+0,97%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2249
    +0,0161 (+0,26%)
     

China revela novo trem com levitação magnética capaz de chegar a 200 km/h

·1 minuto de leitura

Nesta semana, o governo chinês revelou um pouco da sétima geração do trem Maglev, um composto com vagões de levitação magnética e parte de um importante plano de mobilidade urbana no país. Segundo informações da mídia local, o modelo pode alcançar velocidade de até 200 km/h, mesmo sem ser considerado um trem-bala, normalmente capazes de ultrapassar os 300 km/h.

A nova geração do Maglev utiliza a força eletromagnética para ficar suspenso sobre os trilhos, algo muito parecido com o mecanismo utilizado por ímãs. O diferencial desse novo modelo, porém, está no consumo de energia, que é 60% menor do que na versão passada. Isso foi possível graças à redução de peso da carroceria em até 33% e à melhoria da eficiência tracional em 20%, essencial para este tipo de veículo.

A estrutura dos novos trens com levitação magnética será feita de fibra de carbono e, segundo o governo chinês, será mais sustentável — a adoção desse material, por si só, também reduz o consumo energia. A cabine, por sua vez, não será tão luxuosa como em outros modelos, já que sua proposta é mais urbana, a fim de evitar congestionamentos. Estudos das autoridades locais indicam que a diminuição no tráfego pode ser de até duas horas no horário de pico.

(Imagem: Reprodução/ My Drivers)
(Imagem: Reprodução/ My Drivers)

As cidades em que essa nova geração do Maglev será instalada ainda serão reveladas, bem como o custo unitário de cada trem e capacidade de passageiros. Aqui no Brasil, este tipo de veículo pode ser visto nas cidades e são conhecidos como "monotrilhos", embora se locomovam com bem menos velocidade.

(Imagem: Reprodução/ My Drivers)
(Imagem: Reprodução/ My Drivers)

E aí, canaltechers? Gostaríam de ver um trem desses no Brasil?

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos