China prevê crescimento de 6% no saldo comercial

O ministro de Comércio da China, Chen Deming, afirmou que o saldo comercial do país deve crescer 6% este ano, segundo informou nesta sexta-feira a agência de notícias estatal Xinhua News.

Essa taxa de crescimento é bem menor do que a meta oficial de 10% para 2012, mas está em linha com o crescimento de 5,8% ano a ano no período de janeiro a novembro. As exportações da China cresceram 7,3% nos últimos onze meses, em comparação com o mesmo período do ano passado, enquanto as importações aumentaram 4,1%.

Os Investimentos Estrangeiros Diretos (IED) devem totalizar US$ 110 bilhões este ano, enquanto os investimentos estrangeiros não financeiros chegarão a US$ 70 bilhões, segundo informou Deming à agência.

A China atraiu US$ 8,29 bilhões em IED em novembro, 5,4% menos do que no mesmo mês de 2011. Nos primeiros onze meses deste ano, o IED caiu 3,6% em relação ao ano anterior, para US$ 100 bilhões. Já os investimentos estrangeiros não financeiros totalizaram US$ 62,5 bilhões este ano até novembro, 25% a mais do que no mesmo período do ano passado. As informações são da Dow Jones.

Carregando...