Mercado abrirá em 6 h 22 min
  • BOVESPA

    108.789,33
    +556,59 (+0,51%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,03
    +900,05 (+1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    113,04
    +0,64 (+0,57%)
     
  • OURO

    1.809,90
    -9,00 (-0,49%)
     
  • BTC-USD

    29.925,21
    -476,30 (-1,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    672,35
    +429,67 (+177,05%)
     
  • S&P500

    4.088,85
    +80,84 (+2,02%)
     
  • DOW JONES

    32.654,59
    +431,17 (+1,34%)
     
  • FTSE

    7.518,35
    +53,55 (+0,72%)
     
  • HANG SENG

    20.634,76
    +32,24 (+0,16%)
     
  • NIKKEI

    26.911,20
    +251,45 (+0,94%)
     
  • NASDAQ

    12.518,25
    -42,00 (-0,33%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1988
    -0,0116 (-0,22%)
     

China planeja um sistema para monitorar asteroides que possam ameaçar a Terra

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A China pretende estabelecer um sistema dedicado a monitorar asteroides que sejam potencialmente perigosos à Terra. Esta é apenas mais uma das iniciativas do país, que tem trabalhado para ampliar seus esforços de exploração e pesquisa espacial.

A notícia foi divulgada por Wu Yanhua, vice-diretor da Administração Espacial Nacional da China (CNSA) em entrevista ao portal Xinhua, a agência de notícias da China. Yanhua acrescentou que a CNSA explorará técnicas para eliminar asteroides que estejam em rota de colisão com a Terra.

O vice-diretor da CNSA não detalhou como será a sonda e qual asteroide será estudado por ela (Imagem: Reprodução/ESA/ATG Medialab)
O vice-diretor da CNSA não detalhou como será a sonda e qual asteroide será estudado por ela (Imagem: Reprodução/ESA/ATG Medialab)

Para avaliar a possibilidade de um sistema como tal, a China enviará uma sonda em direção a um asteroide entre 2025 e 2026. Uma vez lá, a espaçonave estudará o objeto e tentará mudar seu curso. O executivo não revelou como será esse equipamento e qual será o asteroide em questão.

A China tem acumulados uma série de missões espaciais bem-sucedidas, como a Chang'e 5 que, em janeiro do ano passado, trouxe 1,7 kg de amostras da Lua. Além disso, o país tem aumentado a capacidade de seus foguetes, que poderão lançar cargas mais pesadas e com maior frequência.

O sistema proposto pela CNSA soa similar a um já usado pela NASA para monitorar os asteroides próximos à Terra em busca de possíveis objetos em rota de colisão. A agência utiliza o Sistema de Alerta de Impacto Terrestre de Asteroides (ATLAS) que reúne dados de diversos telescópios terrestres para atualizar as informações a cada 24 horas.

A agência espacial norte-americana também lançou em novembro passado a missão DART, que consiste em uma pequena espaçonave que irá colidir com o asteroide Dimorphos em uma tentativa de mudar seu curso. O impacto deve acontecer em setembro deste ano.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos