Mercado abrirá em 2 h 38 min
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,51 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.126,51
    +442,96 (+0,99%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,75
    -0,02 (-0,04%)
     
  • OURO

    1.852,80
    -2,40 (-0,13%)
     
  • BTC-USD

    31.724,18
    -644,11 (-1,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    641,20
    -35,70 (-5,27%)
     
  • S&P500

    3.855,36
    +13,89 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    30.960,00
    -36,98 (-0,12%)
     
  • FTSE

    6.685,56
    +46,71 (+0,70%)
     
  • HANG SENG

    29.391,26
    -767,75 (-2,55%)
     
  • NIKKEI

    28.546,18
    -276,11 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    13.442,50
    -33,00 (-0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6920
    +0,0558 (+0,84%)
     

China multa JD.Com, Tmall e Vipshop por preços irregulares

·1 minuto de leitura

PEQUIM (Reuters) - O regulador do mercado da China disse nesta quarta-feira que multou a JD.Com, o Tmall, do Alibaba, e o Vipshop em 500 mil iuanes (76.657 dólares) cada por vender produtos com preços irregulares.

A Administração Estatal de Regulamentação do Mercado (SAMR) disse em publicação nas redes sociais que tomou a decisão depois de receber reclamações de consumidores sobre as estratégias de preços das empresas relacionadas aos eventos de compras de 11 de novembro.

A China intensificou as regulamentações sobre as gigantes da internet nas últimas semanas.

Pequim divulgou um projeto de lei no mês passado com o objetivo de evitar comportamento monopolista de empresas de internet, marcando a primeira ação regulatória mais intensa da China contra o setor.

Este mês, a SAMR disse que China Literature, que tem a Tencent como investidor, e a Shenzhen Hive Box em 500 mil iuanes cada uma por não reportar adequadamente acordos para análises antitruste.

O Alibaba e o JD.Com não responderam imediatamente aos pedidos de comentários.

A Vipshop, também apoiada pela Tencent, disse em comunicado que tratará do assunto de forma abrangente e padronizará ainda mais suas operações comerciais.

(Por Yilei Sun, Sophie Yu e Tony Munroe)