Mercado fechará em 6 h 46 min
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,74 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +3,35 (+4,92%)
     
  • OURO

    1.795,70
    +7,60 (+0,43%)
     
  • BTC-USD

    57.065,55
    +2.511,40 (+4,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.425,99
    -29,42 (-2,02%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,06 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.127,07
    +83,04 (+1,18%)
     
  • HANG SENG

    23.852,24
    -228,28 (-0,95%)
     
  • NIKKEI

    28.283,92
    -467,70 (-1,63%)
     
  • NASDAQ

    16.190,00
    +139,00 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3158
    -0,0327 (-0,52%)
     

China movimenta US$ 9,7 bi em yuan digital, com salto de 80% em três meses

·2 min de leitura

O número de usuários da moeda digital chinesa, o Yuan digital, também conhecido como e-CNY aumentou de forma expressiva nos últimos quatro meses, saltando de 24 milhões de carteiras para 140 milhões. Segundo o Banco Popular da China (PBOC ou People's Bank of China, em inglês), a nova moeda já foi usada para movimentar US$ 9,7 bilhões (R$ 54,5 bilhões na cotação atual).

O plano de implementar esta modalidade de pagamento foi proposto em 2017, mas teve os primeiros testes iniciados somente no ano passado. Diferente de outras criptomoedas como o Bitcoin e o Ethereum, por exemplo, o e-CNY é regulado pelo governo e é emitido diretamente pelo banco central do país.

Com a pretensão de difundir o uso da nova moeda e substituir o dinheiro em circulação no longo prazo, Pequim tem incentivado o uso do yuan digital por meio de sorteios, nos quais presenteia valores para a população virtualmente.

(Imagem: Reprodução/Reuters)
(Imagem: Reprodução/Reuters)

O yuan digital pode ser utilizado para compras tanto físicas quanto online nas lojas que já aderiram à categoria. De acordo com Mu Changchun, chefe do Instituto de Moeda Digital do PBOC, atualmente 1,55 milhões de comerciantes ao redor da China estão aceitando pagamentos via e-CNY, incluindo serviços de refeição coletiva (catering, em inglês), transporte, varejo e serviços governamentais.

Para o governo chinês, com a nova moeda será possível balancear a privacidade que a população deseja com todos os regulamentos existentes contra a lavagem de dinheiro e outros crimes financeiros. Changchun afirmou que as carteiras digitais coletariam menos dados de transações em comparação aos serviços de pagamentos online tradicionais.

Por outro lado, os planos de popularização do e-CNY também levaram a uma maior repressão por parte das autoridades em relação ás criptomoedas no país, no segundo trimestre deste ano. Na visão de alguns analistas, a proibição das negociações de bitcoin e outras criptomoedas na segunda maior economia do mundo foi motivada, em parte, pelo interesse de evitar uma possível competição entre o yuan digital com outras moedas digitais descentralizadas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos