Mercado abrirá em 8 h 6 min
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,33 (-0,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,59 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,90
    +0,92 (+1,24%)
     
  • OURO

    1.758,50
    +6,80 (+0,39%)
     
  • BTC-USD

    43.964,03
    +1.775,54 (+4,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.096,24
    -6,82 (-0,62%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,20 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.259,75
    +67,59 (+0,28%)
     
  • NIKKEI

    30.254,26
    +5,45 (+0,02%)
     
  • NASDAQ

    15.368,75
    +50,00 (+0,33%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2575
    +0,0019 (+0,03%)
     

China limita jogos online a 3h por semana para menores

·2 minuto de leitura
Menor de idade jogando videogame
Fiscalização vai aumentar para garantir que empresas estão cumprindo a nova regra

Quem tem menos de 18 anos de idade na China só poderá jogar online por uma hora por dia às sextas-feiras, sábados e domingos, além de feriados.

A Administração Nacional de Imprensa e Publicação, que regula o mercado de videogames na China, disse à agência de notícias estatal Xinhua que esse tipo de atividade só será permitido entre 20h e 21h.

Também instruiu que as empresas impeçam que menores de idade joguem fora desse horário. A nova regra vale a partir de 1º de setembro.

As inspeções em empresas de jogos online também vão aumentar, para verificar se os limites de tempo estão sendo cumpridos, disse o órgão regulador.

As regras anteriores restringiam jogos online para menores de idade a 90 minutos diários, em todos os dias da semana. O limite era maior, de três horas, nos feriados.

A mudança reflete uma preocupação de longa data com o impacto do jogo excessivo sobre a saúde dos jovens.

Vício em videogames

Meninos chineses jogando videogame
Governo chinês diz que videogames estão prejudicando a saúde de crianças e adolescentes

No início deste mês, um artigo publicado pelo jornal estatal Economic Information Daily afirmou que muitos adolescentes se tornaram viciados em jogos online.

O veículo disse que os jogos online são como um "ópio espiritual" — ópio é uma droga ilícita e viciante — e que isso estava tendo um impacto negativo sobre eles.

O artigo provocou quedas significativas no valor das ações de algumas das maiores empresas de jogos online da China.

Em julho, a gigante do jogo chinesa Tencent anunciou que passaria a usar reconhecimento facial para impedir que as crianças brincassem entre 22h e 8h.

A mudança ocorreu após temores de que as crianças estivessem usando identificações de adultos para contornar as regras.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos