Mercado abrirá em 10 hs
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,69 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,11 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    67,78
    +1,52 (+2,29%)
     
  • OURO

    1.787,30
    +3,40 (+0,19%)
     
  • BTC-USD

    48.883,20
    -220,65 (-0,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.256,81
    -184,95 (-12,83%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,72 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.508,96
    -257,73 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    27.777,35
    -252,22 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    15.728,75
    +11,00 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3834
    -0,0119 (-0,19%)
     

China lança segunda missão tripulada para construir estação espacial

·1 min de leitura
O foguete decolou do Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan, provicia ao noroeste do país. Foto: Getty Images.
O foguete decolou do Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan, provicia ao noroeste do país. Foto: Getty Images.
  • Um foguete transportando três astronautas foi levado à órbita da terra neste sábado (16);

  • Essa é a segunda de quatro missões tripuladas com o intuito de finalizar a estação espacial;

  • A tripulação ficará na órbita da terra por seis meses, o maior período já feito pelos chineses.

A China lançou neste sábado um foguete transportando três astronautas, dois homens e uma mulher, para o módulo central de uma futura estação espacial. Lá, a tripulação viverá e trabalhará por seis meses, ou seja, o maior período em órbita de astronautas chineses.

Na sexta-feira, um foguete Long March-2F, carregando a espaçonave Shenzou-13, que significa “Embarcação Divina”, decolou do Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan, província ao noroeste do país. Todo o processo foi um sucesso.

Leia também:

A criação da estação espacial chinesa começou em abril, com o lançamento do Tianhe, o primeiro e maior dos três módulos da estação. Seu tamanho é um pouco maior que o de um ônibus urbano.

A Shenzhou-13 é a segunda de quatro missões tripuladas necessárias para completar a estação espacial chinesa até o fim de 2022.

De acordo com Zhai Zhigang, comandante da missão de 55 anos, a tarefa mais desafiadora ao se permanecer em órbita durante seis meses serão as demandas físicas e psicológicas. Acompanharam o comandante, Wang Yaping e Ye Guangfu, ambos de 41 anos.

Após voltarem para a terra, em abril do ano que vem, a China quer implantar outras seis missões.

As informações são da Reuters.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos